quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Sai lista de empresas mais reclamadas entre janeiro e agosto

A Fundação Procon-SP, órgão ligado à Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania, elaborou um ranking com as empresas de comércio eletrônico mais reclamadas no período de janeiro a agosto de 2016. Questões com entrega (não entrega e atraso na entrega do produto) estão entre as principais reclamações dos consumidores. 

O Procon-SP recomenda que no ato da compra o consumidor solicite informação do prazo de entrega, que deve constar no pedido e na nota fiscal. No Estado de São Paulo, a lei 13.747/2009, conhecida como “Lei da Entrega”, obriga as empresas a estabelecerem data e turno para a entrega de produto ou a realização de serviço ao consumidor. Se não for entregue no prazo estipulado, o consumidor pode cancelar a compra e ter de volta os valores pagos, monetariamente atualizado.

Veja mais orientações no Guia do Comércio Eletrônico, do Procon.
(Fonte: Integração Regional)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br