quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Após 4 dias presos, prefeito e vice são diplomados em Bernardes

Luccas Inague Rodrigues (PP) e Reginaldo Luiz Ernesto
Cardilo (PP) foram diplomados nesta quarta-feira (14)
(Foto: Reprodução/G1)
O prefeito Luccas Inague Rodrigues (PP) e o vice-prefeito Reginaldo Luiz Ernesto Cardilo (PP), eleitos em Presidente Bernardes, foram diplomados na tarde desta quarta-feira (14), em cerimônia na Câmara Municipal. Os dois estavam presos preventivamente até esta terça-feira (13), acusados de coação de testemunhas durante o transcorrer de um inquérito instaurado para investigar supostos crimes eleitorais na campanha municipal deste ano, e passaram quatro dias na Cadeia de Presidente Venceslau.

Na solenidade, também foram diplomados os nove vereadores eleitos em Presidente Bernardes, João Batista Amaral (PTB) e Marcos Roberto Message de Oliveira (PTB), prefeito e vice-prefeito eleitos em Emilianópolis, respectivamente, e os nove vereadores do município vizinho. Conforme o chefe substituto do Cartório Eleitoral de Presidente Bernardes, José Wellington Henrique, todos os candidatos eleitos compareceram. "A cerimônia de diplomação encerra formalmente o processo eleitoral. No dia 1º de janeiro de 2017, eles tomam posse de seus cargos", explicou.

A respeito da prisão de Rodrigues e Cardilo, ele pontuou que a situação dos dois não se altera. "Houve a revogação da prisão preventiva pela Justiça Eleitoral. Eles estão respondendo pelos termos da representação eleitoral por captação ilícita de sufrágio, mas no momento não há uma decisão nesses autos. Se até lá não houver nenhuma decisão no sentido contrário, como foram diplomados, em princípio, tomarão posse", frisou Henrique.

'Piores dias da minha vida'
O prefeito eleito em Presidente Bernardes afirmou que os últimos dias, os quais permaneceu preso, foram difíceis, mas que daqui para frente será “só alegria”. “Foi uma campanha difícil, passei os piores dias da minha vida esses últimos quatro dias, mas agora, daqui para frente, é só comemorar e, principalmente, sentar, focar no trabalho. Em janeiro, tem muito serviço para fazer”, relatou.

Ele disse que ainda não tem uma ação prioritária a implantar em seu governo, mas que o “princípio de tudo será a honestidade”. “Vamos trabalhar em cima disso porque o Brasil está vivendo uma fase difícil e eu quero mostrar que a juventude veio para mudar a política, acabar com aqueles ditados velhos. Eu quero inovar e, principalmente, mostrar para o povo que tem políticos honestos e tem como mudar e fazer melhor por todo mundo em uma cidade”, destacou Rodrigues.

Sobre as acusações de compra de voto, ele salientou que acredita em sua inocência. “Acredito em Deus, acredito que não fiz nada de errado e acredito na Justiça. Vamos aguardar o parecer final do juiz”, frisou o prefeito eleito.

O vice-prefeito eleito agradeceu a presença de todos e comentou que acredita na Justiça. “Eu acredito muito em mim, acredito na Justiça e acredito em Deus. É isso o que eu tenho para falar. Nós passamos por momentos difíceis, mas eu acredito muito na nossa inocência, mas muito mesmo. A gente vai aguardar o fechamento do inquérito”, falou Cardilo.  (Fonte: G1 Prudente)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br