sexta-feira, 27 de maio de 2016

Duran decreta luto oficial pele morte de Marcos João

Duran e Melo lamentaram a morte do advogado Marcos João
O prefeito Jorge Duran decretou nesta sexta-feira luto oficial por três dias no município de Presidente Venceslau em razão da morte do advogado Marcos Antônio João. 


Ex-vereador e presidente da Câmara, o professor Marcos João faleceu nesta sexta-feira (27), em São Paulo, onde vinha tratando de problemas de saúde, decorrentes do diabete.


A morte consternou a comunidade local onde o advogado e professor de educação física deixou marcas de atuação, sobretudo na área política e esportiva.

Como professor de educação física, Marcos Antônio João lecionou na Escola Antônio Marinho. Foi técnico da equipe de basquete feminino, nos tempos áureos da modalidade.

Ele também foi preparador físico do E. C. Corinthians de Presidente Venceslau e inspetor regional da Inspetoria Regional de Esportes, da Secretaria de Estado de Esporte.

O professor também foi um dos fundadores e proprietário da AEPREVE (Associação Educacional de Presidente Venceslau), que era mantenedora da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras.

O prefeito Jorge Duran e o vice-prefeito Osvaldo Melo lamentaram a morte do professor Marcos Antônio João, ocorrido nesta madrugada.

"Foi uma pessoa que deixou sua marca na comunidade. De opinião forte e persistente em tudo que fazia, Marcos João deixará saudades", comentou Melo.

"Decreto luto oficial por três dias no município. A cidade é grata pelos relevantes serviços prestados pelo Doutor Marcos João. Perdemos um grande cidadão", lamentou Duran. 


Morre o venceslauense Marcos Antonio João

Faleceu, na cidade de São Paulo, o venceslauense Marcos Antonio João. Ele estava internado há alguns dias devido a problemas cardíacos e de diabetes e nesta sexta-feira (27) veio a falecer.

O corpo deve ser transladado para Presidente Venceslau ainda hoje. Horários de velório e sepultamento ainda serão definidos pela família. (Fonte: Portal Bueno)

Participe da Festa Junina do Colégio São Paulo


PV tem saldo negativo de emprego no último trimestre

Comércio venceslauense abriu 20 e fechou 22 vagas
de emprego em três meses (Foto: Arquivo)
Conforme dados divulgados pelo Ministério do Trabalho, em março último o comércio varejista no Pontal do Paranapanema eliminou oito postos de trabalho formal. 

Em Presidente Venceslau, nos três primeiros meses deste ano, foram abertas 20 vagas e fechadas 22, com saldo negativo de 2 vagas.

O saldo negativo é resultado de 206 admissões e 214 desligamentos. Com isso, de acordo com o Sindicato do Comércio Varejista do Pontal do Paranapanema e Alta Paulista, já são 49 vagas a menos em 2016.

No primeiro trimestre deste ano foram 551 admissões e 600 desligamentos. No acumulado em 12 meses, considerando os saldos de abril/15 a março/16, há uma perda de 121 empregos formais, contabilizando 2.186 admitidos e 2.307 desligados.

De acordo com o Sincomércio/Pontal, o varejo do Pontal do Paranapanema encerrou o mês com 5.675 trabalhadores ativos. “A redução do mercado de trabalho do comércio varejista da região afetou mais fortemente os segmentos de supermercados e materiais de construção, tanto no primeiro trimestre quanto no acumulado em 12 meses”, afirmou o presidente do Sincomércio/Pontal, Guido Denippotti, citando que, em 12 meses juntos, esses dois setores do varejo fecharam 81 postos de trabalho com carteira assinada.

Ao avaliar a movimentação da mão de obra nos 10 municípios que compreendem a base do Sincomércio/Pontal, quatro deles apresentaram um saldo negativo, com destaque para o varejo de Rosana, que fechou 10 vagas em março. “Nos três primeiros meses deste ano, apenas três municípios da base do Sincomércio/Pontal geraram vagas, mas de forma pouco significativa”, disse Guido, ao lamentar saldos negativos em Rosana (-28 vagas) e Presidente Epitácio (-11 vagas). No caso de Presidente Epitácio, por exemplo, nos 12 meses acumulados de 2015, ocorreram o fechamento de 94 postos de trabalho formal.  (Integração Regional)

Lindas botas para o inverno em Selma Calçados


Duran assina títulos de domínio de imóveis urbanos

Duran assinou documentos na manha
desta quarta (24) (Foto: AI/PMPV)
Na manhã desta quarta-feira (25), o prefeito Jorge Duran, acompanhado do Presidente da Câmara Municipal, Eliseu Bayer Nogueira, e do Gestor do Convênio entre a Prefeitura e o Itesp, Délcio Silva,assinou os 121 títulos de domínio que serão entregues aos moradores do bairro Antônio de Oliveira da Fonseca Pereira em Presidente Venceslau. A cerimônia de entrega será organizada pela prefeitura no próprio bairro.

Segundo o prefeito Jorge Duran, na prática, a medida significa corrigir um problema sério e antigo da falta do registro de imóveis em Presidente Venceslau, o que se verifica em diversas regiões da cidade, cujos terrenos até hoje não podem ser registrados pelos proprietários.

Este procedimento administrativo separou, dentro de um raio de 8 km, as terras de propriedade particular (com registro regular) das terras devolutas (públicas), ou seja, sem registro ou que tenham graves ilegalidades em sua origem registral.

Com a discriminação, as áreas julgadas devolutas e inseridas no raio municipal de 8 quilômetros foram transferidas ao Município, pois a ele pertencem, cabendo então ao Executivo promover a regularização fundiária no local com a expedição de títulos de domínio. “Os ocupantes das áreas julgadas devolutas e incorporadas ao patrimônio público após a demarcação, passam por momentos angustiantes, principalmente devido à desvalorização imobiliária que suas posses sofrem e por imaginarem que serão expulsos pelo Poder Público. Contudo, essa não será nossa conduta, pois estamos regularizando a posse com a expedição destes títulos, nesta primeira etapa nós estamos assinando 121 títulos que serão entregues aos munícipes do referido bairro e, na medida em que as pessoas forem entregando as documentações necessárias, nós realizaremos a entrega de título as demais famílias”, esclarece Duran.

Para o prefeito venceslauense “é certo que o processo objetivará o desenvolvimento socioeconômico de Presidente Venceslau sem se esquecer da função social que toda propriedade deve cumprir”, finalizou.

Bayer enfatizou ainda a importância do convênio, pois os moradores terão seus imóveis totalmente documentados com o título de propriedade em mãos, possibilitando todos os direitos ao legitimo proprietário do imóvel. “Essa conquista extraordinária foi graças a um conjunto de esforços, de um lado os vereadores cobrando e apoiando através da aprovação das leis que foram necessárias para regularização dos imóveis de outro lado a prefeitura fazendo toda a gestão necessária junto ao ITESP no decorrer desses anos”, afirmou Bayer.

Durante a administração do prefeito Jorge Duran foram regularizados os bairros Watanabe, Azuma Futigami, Parque Manoel Nunes e Parque Bela Vista. (AI/PMPV)

Participe da campanha do Dia dos Namorados da Aciprev


CHARGE DO DIA DO INTEGRAÇÃO REGIONAL


Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br