sexta-feira, 1 de julho de 2016

Dudu e Cebolinha conquistam mais 80 casas para Piquerobi

Prefeito Dudu acerta detalhes do conjunto habitacional
Num trabalho incansável junto ao governo Geraldo Alckmin, o prefeito Dudu e o vice Cebolinha assinaram nesta quarta-feira (29), no Palácio dos Bandeirantes, convênio que prevê a construção de 80 casas populares pela CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) em Piquerobi.

Na construção do conjunto habitacional vão ser investidos cerca de R$ 8 milhões. A previsão do prefeito Dudu é de que as obras sejam iniciadas ainda este ano.

Nesta sexta-feira (1), o prefeito Dudu, o vice Cebolinha, vereadores e demais autoridades vão estar na área que foi adquirida pelo município para o lançamento oficial do conjunto habitacional. “O local é ideal para comportar as moradias, tem 1,3846 alqueire e está situado próximo da cidade”, explicou o prefeito. Será afixada uma placa dando início aos trâmites legais para a construção das casas populares.

O prefeito Dudu e o vice Cebolinha lembraram que o apoio dos deputados federal Sílvio Torres e o estadual Mauro Bragato foi decisivo para que Piquerobi fosse beneficiado com mais esse empreendimento, que vem coroar de êxito a administração municipal.  (Fonte: Integração Regional)

Casa das Cortinas em Presidente Venceslau


Pedágios na Raposo Tavares já estão mais caros

Postos da região ficam na Rodovia Raposo Tavares (SP-270). Valores começaram a valer à 0h desta sexta-feira (1º)

Praças de pedágio na região ficam posicionadas em quatro
cidades  (Foto: Reprodução/TV Fronteira)
As tarifas dos pedágios das rodovias estaduais paulistas sofreram reajuste de acordo com a inflação em 9,32% que passaram a valer nesta sexta-feira (1º). Os postos do Oeste Paulista, que ficam na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), estão na lista e já aplicam os novos valores a partir da 0h.

Segundo informações da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), o reajuste anual é baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado dos últimos 12 meses, de acordo com o estipulado nos contratos de concessão.

Antes do aumento, as tarifas na Rodovia Raposo Tavares, nos trechos da região de Presidente Prudente, eram as seguintes: em Rancharia (km 512,300), veículos de passeio pagam R$ 5,70, comerciais por eixo R$ 5,70 e motocicletas R$ 2,85; em Regente Feijó (km 541,540), são os mesmos preços; no posto de Presidente Bernardes (km 590,750), veículos de passeio desembolsam R$ 7,50, comerciais por eixo R$ 7,50 e motocicletas R$ 3,75; já em Caiuá (km 639), veículos de passeio pagam R$ 5,60, assim como os comerciais por eixo, e as motocicletas R$ 2,80.

Com o reajuste, os preços foram para os seguintes valores: em Rancharia, R$ 6,20 para veículos de passeio e comerciais por eixo e R$ 3,10 para motocicletas; em Regente Feijó, veículos de passeio e comerciais por eixo pagarão R$ 6,30 e as motocicletas R$ 3,15; já em Presidente Bernardes, o valor para passeio e comercial por eixo chegará aos R$ 8,20 e, para motocicletas, R$ 4,10; no posto de Caiuá, a tarifa será de R$ 6,10 para veículos de passeio e comerciais por eixo e de R$ 3,05 para motocicletas.

Em 2015, segundo a Artesp, a receita dos pedágios viabilizou R$ 4,7 bilhões em investimentos em obras, manutenção e operação nos 6,4 mil quilômetros de rodovias paulistas sob concessão.

Além disso, outros R$ 451,7 milhões foram repassados para 264 prefeituras relativos ao Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS-QN), tributo municipal que incide sobre a tarifa de pedágio. Essa verba, de acordo com a agência, pode ser utilizada pelas administrações municipais para investimentos em prioridades nas cidades.  G1

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br