sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Padaria Água na Bola - Pães,Doces, Salgados e Bolos


Charge do Dia do Integração Regional News


Évelin Magri Studio de Beleza - Agende seu horário


Duran e Melo devem confirmar candidatura em convenção nesta sexta

Prefeito tentará reeleição ao lado do
vice Osvaldo Melo (Foto: Arquivo/PB)
Será realizada, nesta sexta-feira (5), a convenção do PSD e aliados com o objetivo de confirmar a candidatura à reeleição de Presidente Venceslau com a chapa Jorge Duran e Osvaldo Melo.

O encontro será às 18h, na sede da AABB, e deve reunir membros dos partidos PSD, PV, PCdoB, PEN, PDT, PR Solidariedade, PSC, PRB, PPN, PHS, PSB e PMD. Após a reunião, o documento com a confirmação dos pré-candidatos deve ser enviado ao cartório eleitoral para homologação.

PV
No último sábado (30), o Partido Verde (PV) definiu o apoio a candidatura de reeleição do prefeito Jorge Duran na disputa pelas eleições neste ano. Estiveram presentes na reunião a diretoria do partido e membros filiados. O prefeito Jorge Duran também participou do encontro e recebeu o apoio da agremiação política. 

A confirmação do apoio encerra as especulações promovida por partidos que fazem oposição ao prefeito Jorge Duran. Eles diziam que o PV não iria coligar com a candidatura de reeleição da chapa Duran/Melo. 

Oposição
Nesta semana, ficou confirmado o nome de Álvaro Carlos como pré candidato a vice de Claudemir Antonio Munhoz Garcia que irá concorrer à prefeitura Venceslau. A decisão foi tomada após reunião entre os partidos que formam o bloco de oposição ao prefeito Jorge Duran. 

Garcia teve dificuldades para viabilizar o vice. A opção feita por Álvaro Carlos veio após nomes como Tacinho (PMDB) e Raphael do Fórum (PPS) terem recusado ou desistido do convite.

Terceira opção descartada
Foi cogitada ainda um terceiro candidato, pelo PMBD, a disputar a prefeitura de Venceslau que seria o nome de Tácito Alexandre, o Pi, filho do ex-prefeito Tacinho. Porém, após reunião do partido, foi excluída essa possibilidade. “O PMDB entendeu e decidiu que o melhor é concentrar a oposição a um só nome. Assim, ficou decidido que o PMDB vai apoiar a candidatura Garcia/Álvaro Carlos (PSDB/PP). Desta forma, a terceira via do PMDB fica inviável, uma vez que não teríamos legenda para concorrer ao cargo majoritário. Como sou democrata, respeito a decisão da maioria e vejo o sonho da 3ª via sucumbir”, disse Tácito Alexandre em publicação feita em sua rede social.

Prazo para convenções
Vence nesta sexta-feira (05), o prazo para que os partidos políticos façam convenções partidárias a fim de definir coligações e candidatos que vão concorrer às eleições municipais de outubro. O pleito servirá para a escolha de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. As convenções começaram no dia 20 do mês passado.

Além disso, desde ontem (3), está assegurada aos partidos a prioridade postal para que as legendas possam enviar material de propaganda dos candidatos registrados na Justiça Eleitoral. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até o próximo dia 15, o envio de propagandas só pode ser feito entre os órgãos partidários. Somente a partir do dia 16 de agosto é que o material poderá ser voltado aos eleitores.  (Com informações do Portal Bueno)

Carol Coxinhas de Presidente Venceslau


Mesmo sob vigilância, preso foge da Penitenciária 1 de Presidente Venceslau

Ele estava em regime semiaberto e limparia um banheiro da unidade. Fuga foi registrada na tarde desta quinta-feira (4)

Danilo José Cardoso, sentenciado da Penitenciária 1 de Presidente Venceslau fugiu da unidade por volta das 13h20 desta quinta-feira (4). Ele estava em regime semiaberto e realizaria um serviço de limpeza em um banheiro próximo ao refeitório, porém, mesmo sob vigilância, o indivíduo conseguiu fugir.

Conforme relatou a Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP), foi solicitado ao sentenciado que se deslocasse até o banheiro próximo ao refeitório, a fim de realizar a limpeza do local. No entanto, “mesmo estando sob vigilância, o reeducando conseguiu evadir-se, correndo em direção ao rio existente na área externa”.

Imediatamente, o indivíduo foi perseguido, mas ninguém conseguiu alcançá-lo. A Polícia Militar foi acionada e, também, os funcionários realizaram varredura pelas imediações.

A SAP informou que foi instaurado procedimento disciplinar. Além disso, a Justiça e a Polícia Civil foram oficiadas sobre o caso. Haverá ainda apuração preliminar para investigar os fatos.

“O reeducando, quando recapturado, regredirá ao regime fechado”, salientou a Secretaria da Administração Penitenciária.  G1

AMIGÃO CRÉDITO FÁCIL EM PRES. VENCESLAU


'Quando minha vó estava na cozinha, ele abusava de mim', afirma vítima

Menina de 12 anos conta em carta violência sexual que sofria em Panorama. Trechos foram divulgados pela Polícia Civil nesta quinta-feira (4)

A Polícia Civil revelou nesta quinta-feira (4) trechos da carta escrita pela menina de 12 anos, que sofria abusos sexuais de seu tio, em Panorama. São duas folhas preenchidas à mão e que narram situações de medo, raiva e angústia.

Conforme o delegado Eliandro Renato dos Santos, responsável pelo caso, a garota comenta que não se lembra quando foi a primeira vez em que sofreu o abuso e que não entendia muito bem o que ele fazia no início. Na carta, ela fala: "Eu ficava no quarto vendo TV e ele chegava. Quando minha vó estava na cozinha, ele abusava de mim".

Em outro trecho, a menina conta que ele erguia a blusa que ela vestia e passava a mão por todo o seu corpo, além de exibir vídeos pornográficos. "Ele me falava que se eu contasse para a minha vó ela não iria acreditar e que ele iria mandar o irmão dele matar a minha mãe", escreveu a vítima.

Em outro momento, a garota revela o sofrimento que passava por não poder contar para a mãe sobre os abusos. "Muitas das vezes que eu pensava nisso, eu chorava muito quando minha mãe estava no serviço. Quando ela estava em casa, eu chorava escondida de medo porque se ela soubesse ela iria contar para a polícia", conta.

Por fim, a vítima afirma que não aguentava ver mais o tio todos os dias e que havia decidido contar para sua mãe. "Foi quando ela escreveu a carta", explicou o delegado.

Os demais trechos da carta foram preservados para não expor a vítima.

O caso
O operário de 35 anos foi preso nesta quarta-feira (3), após a conclusão do inquérito, que começou no início deste ano. O homem é marido da tia da vítima e a prisão preventiva foi expedida pelo Fórum de Panorama.

A Polícia Civil informou que a vítima passa por acompanhamento psicológico para superar o trauma.

A mãe da vítima só conseguiu descobrir o caso quando encontrou a carta que havia sido escrita pela filha.   G1

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br