quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Suposta pesquisa eleitoral para prefeito de Bataguassu é investigada pela polícia

A Polícia Civil investiga a divulgação de falsa pesquisa de intenção de votos para prefeito de Bataguassu (MS) em grupo do WhatsApp. Os dados apontavam candidato Neto do Jô (PEN) com 56,6% e o atual chefe do Executivo, Pedro Arlei Caravina (PSDB), com 24,2%. As informações são do site Da Hora Bataguassu.

Conforme o site, o gráfico com dados das intenções de voto começou a ser compartilhado em grupos do WhatsApp, até que o instituto apontado como responsável pelos resultados, Paraná Pesquisas, se manifestou alegando que não tinha feito nenhum tipo de estudo com os eleitores daquela cidade e desconhecia aquelas informações.

Representantes da Coligação Unidos por Bataguassu registraram boletim de ocorrência e ajuizaram ação na Justiça Eleitoral da cidade, que determinou a exclusão do grupo do WhatsApp em duas horas.

O responsável pela confecção e divulgação do gráfico ainda não foi identificado, mas, se for indiciado, poderá pegar de 6 meses a 2 anos de prisão, além de multa.

Pesquisa realizada entre 25 e 26 de agosto e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aponta Caravina (PSDB) com 53,9% da intenção de votos e Neto do Jô (PEN) com 24,7% das intenções.

A reportagem entrou em contato com a empresa para ter outros detalhes sobre o caso, mas até o fechamento da matéria não teve resposta.  
(Fonte: Correio do Estado)

Almoço na Deck apenas R$ 14,99 por pessoa


PRF apreende carregamento de maconha em Bataguassu que seguia para São Paulo

Fotos: Tiago Apolinário/Da Hora Bataguassu
Na tarde desta terça-feira (20) Policiais Rodoviários Federais realizaram a apreensão de um carregamento de maconha que seguia pela rodovia BR-267 em Bataguassu.

A apreensão ocorreu no quilômetro 18, da rodovia BR-267, em frente ao posto de fiscalização de Bataguassu, quando os policiais deram ordem de parada ao Fiat/Tipo, com placas de São Paulo (SP).

Por conta do nervosismo do condutor, os agentes decidiram então proceder a uma busca minuciosa no interior do veículo, vindo a localizar a droga no interior do porta-malas.

Diante do flagrante o jovem afirmou que teria pegado a droga na cidade de Ponta Porã e seguia para São Paulo (SP), R$ 2,5 Mil pelo transporte do entorpecente.

Ainda durante a ação os policiais também abordaram uma VW/Parati, que tinha como condutor um homem de 36 anos, onde durante a abordagem acabou confessando que fazia o serviço de batedor.

A droga após pesada totalizou 150 Kg divididos em 121 tabletes. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Policia Civil de Bataguassu.  (Fonte: Da Hora Bataguassu)

Charge do Dia do Integração Regional News


A+Calçados - Toda linha de calçados em ofertas!


Veículos com placa final 7 devem ser licenciados esse mês

Motorista precisa portar o documento de 2016
para circular a partir de 1º de outubro
(Foto: Arquivo)
O prazo para licenciamento de veículos com placas de final 7 está chegando ao fim. Os proprietários devem fazer o licenciamento obrigatório do exercício 2016 durante o mês de setembro. Isso significa que no dia 1º de outubro esses veículos estarão em situação irregular caso circulem sem o licenciamento do ano.

O serviço pode ser feito de forma eletrônica via sistema bancário, com entrega do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) pelos Correios, ou presencialmente no Poupatempo.

Em 2016, o valor do licenciamento é de R$ 80,07 para todos os veículos.Além de pagar a taxa, o proprietário deve portar o CRLV atualizado para o veículo circular, conforme estabelece o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), válido em todo o país.

Quem optar pela entrega via postagem, com custo adicional de R$ 11, precisa fazer o licenciamento com antecedência para receber o documento até o final do mês. Após a emissão do CRLV, o prazo de entrega dos Correios é de até sete dias úteis. O calendário de licenciamento vai até dezembro.

(Fonte: Portal Prudentino)

Boscoli Bosh Car Service em Venceslau


Polícia recupera veículo furtado em Presidente Epitácio

Veículo estava em posse de dois homens
(Foto: Divulgação/PM)
A Polícia Militar de Presidente Epitácio recuperou, na madrugada do último sábado (17), um veículo que havia sido furtado no município de Americana (SP).

Por volta das 3h50, os patrulheiros suspeitaram das atitudes de dois homens, que transitavam num automóvel Fiat/Punto na cidade e realizaram abordagem. Durante a vistoria, perceberam que os números do chassi, constantes em partes do veículo, estavam alterados. Em consulta ao Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM), os agentes constataram que o veículo foi furtado na cidade citada.

Diante dos fatos, os dois homens foram conduzidos ao Plantão de Polícia Judiciária para adoção das medidas legais e transferência para o sistema prisional. O carro foi apreendido.

Aproveite as ofertas de hoje da Farmais e RA Fórmulas


Garcia perde dois programas de rádio por determinação da Justiça

Justiça pede que Garcia apresente propostas e não ataques

A Justiça Eleitoral de Presidente Venceslau informou nesta terça-feira (20) que o candidato Garcia e sua coligação foi penalizada com a perda de dois programas eleitorais políticos de rádio em função de descumprimento de determinação da justiça que pediu ao candidato para apresentar propostas de governo ao invés de atacar a candidatura adversária de Jorge Duran e Osvaldo Melo.

A suspensão foi determinada na manhã de hoje e informada a Rádio Jovem Som FM, emissora geradora do horário eleitoral. Já nesta tarde, Garcia ficou sem programa e o tempo destinado ao candidato tucano foi ocupado pela narração da frase “Horário Eleitoral da Coligação Austeridade e Progresso Suspenso por Decisão Liminar da Justiça Eleitoral.”

A punição terá de ser cumprida pelo candidato Garcia também nesta quarta-feira (21) no primeiro horário de exibição no período da manhã.

Entenda o caso
A suspensão total do programa de Garcia por dois dias consecutivos ocorre em função de desobediência a determinação do juiz da 102 ª Zona Eleitoral da Comarca de Presidente Venceslau, Gabriel Medeiros, que pediu o cancelamento da exibição de conteúdo que tentou atrelar o Partido dos Trabalhadores de Presidente Venceslau com o esquema criminoso nacionalmente conhecido. O programa com as acusações já havia sido exibido na última sexta-feira (16) e no sábado (17), e estava programado para nova apresentação na segunda-feira (19), porém, o juiz determinou o cancelamento por considerar que as afirmações feitas por Garcia são levianas.

"As afirmações apresentadas no programa de rádio, atrelaram, levianamente, conduta nacional supostamente praticada pelo Partido dos Trabalhadores, com o PT de Presidente Venceslau, como se esse último tivesse alguma participação naquilo que teria acontecido no país nos últimos anos", disse o juiz na decisão do último sábado (17).

A nova punição se deu porque Garcia tentou burlar a determinação da Justiça Eleitoral e apresentou o mesmo conteúdo, sem propostas, mas de uma nova forma.

O juiz já havia alertado que a coligação de Garcia "ao invés de valer-se de seu tempo no rádio para apresentar suas propostas, preferiu endereçar afirmações difamatórias, não verídicas" contra a campanha de Duran. Ele conclui dizendo que "a finalidade maior da propaganda é permitir que cada coligação apresente suas propostas, para que o eleitor delibere qual melhor, e não trazer à baila fatos nacionais que não guardam nenhuma relação com Presidente Venceslau."

"Imagine se cada coligação local atrelasse em sua propaganda condutas maléficas ocorridas no país praticadas pelos partidos da coligação adversária. O caos dominaria as eleições locais, e a população não teria acesso às propostas de cada", afirma.

No despacho feito nesta terça-feira, o juiz afirmou que a coligação de Garcia prosseguiu ‘naquilo que foi proibido, insistindo em atrelar aos integrantes da coligação autora fatos que não guardam nenhuma relação com Presidente Venceslau.’

Leia abaixo o trecho final da decisão da justiça contra Garcia.

“A ordem judicial oriunda daquele primeiro processo também trouxe em seu bojo convite para que a coligação requerida apresentasse suas propostas, o que não ocorreu.

Preferiu “burlar” a ordem, dando de ombros ao Poder Judiciário, não se preocupando em apresentar ao eleitor o que pretende fazer caso alcance o comando da política local.

Logo, se a primeira ordem judicial não surtiu o efeito que dela se esperava, agora, em caráter liminar, determino que por dois programas consecutivos não seja veiculada nenhuma propaganda da Coligação requerida, constando no período suspenso, inclusive, os seguintes dizeres: “HORÁRIO ELEITORAL DA COLIGAÇÃO AUSTERIDADE E PROGRESSO SUSPENSO POR DECISÃO LIMINAR DA JUSTIÇA ELEITORAL”.

É o que fica aqui determinado, devendo a serventia com urgência intimar quem de direito.

No mais, oficie-se à Rádio Jovem Som FM, geradora da propaganda eleitoral, para especificar as datas e o tempo em que a referida propaganda foi veiculada.”

Programas
Nesta terça-feira (21) o programa de rádio do candidato Jorge Duran rebateu as afirmações de Garcia de que a cidade de Presidente Venceslau vive um caos. O programa mostrou depoimentos de mães de alunos de creches afirmando que a qualidade da merenda nas escolas é boa e não falta alimentos como disse Garcia.

Outro ponto que o programa de Duran rebateu nesta terça-feira é a afirmação de Garcia de que os salários dos servidores venceslauenses estariam supostamente atrasados. O depoimento de um servidor público municipal afirmou o contrário e disse que os vencimentos estão sendo pagos em dia.

Um outro depoimento é de uma moradora do conjunto habitacional Watanabe E-2. Ela afirma que Jorge Duran entregou e concluiu as moradias, e rebate acusação de Garcia de que o atual prefeito não teria entregado nenhuma obra na habitação.

O locutor do programa de Duran termina o programa lançando um desafio ao candidato Garcia.“Infelizmente do outro lado, são acusações o tempo todo. Quem tem trabalho, quem tem apoio mostra, quem não tem difama. Mas fica lançado aqui um desafio, quem sabe no próximo programa, o nosso adversário apresente propostas e apresente trabalho, porque até agora, está difícil”, finaliza.

Já o programa de Garcia foi substituído pela frase “Horário Eleitoral da Coligação Austeridade e Progresso Suspenso por Decisão Liminar da Justiça Eleitoral.”
 (Fonte: Portal Bueno)

Crédito Consignado INSS é no Grana Cred/Banco BMG


Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br