terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Casos de meningite viral levam a interdição de creche em Panorama

Doença foi confirmada em dois meninos com pouco mais de um ano de idade. Escola retomará o atendimento na próxima segunda-feira (23)

Agentes da saúde realizarão limpeza em creche, que foi interditada.
(Foto: Ermenson Rodrigues/Blog Panorama Notícia/Cedida)
Uma creche localizada no Jardim Aeroporto, em Panorama, foi interditada de forma preventiva nesta segunda-feira (16), após a confirmação de dois casos de meningite viral em crianças atendidas na unidade de ensino. A Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Maria Luíza de Oliveira Silva retomará o atendimento na próxima segunda-feira (23), conforme a Prefeitura.

Os dois casos foram constatados em dois meninos. Um tem um ano e cinco meses – e ainda recebe medicação. O outro tem um ano e oito meses e já foi liberado. As residências de ambos e das demais crianças matriculadas na creche foram visitadas por agentes da saúde nesta segunda-feira (16) e, por enquanto, não há suspeitas de novos casos.

De acordo com o assessor de imprensa da Prefeitura, Luciano Salgon, um dos serviços que serão realizados durante a semana na creche será a limpeza, conhecida como “desinfecção terminal”, realizada por profissionais da educação, da Secretaria Municipal da Saúde e da Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM).

A creche atende cerca de 15 crianças, com idades entre um e três anos. É a primeira vez que a unidade é interditada, segundo Salgon. O secretário da Saúde, Ademilson Correia, acompanha o caso.

Correia afirmou que “é bastante preocupante” a situação, mas que as atenções foram redobradas para evitar novos casos da doença. “O verão é um período comum para registros da doença, mas temos de estar sempre atentos, para que não tenha a bacteriana, que é mais grave e pode levar à morte”, disse.

Desde sexta-feira (13), quando houve a primeira confirmação, o município começou a realizar ações de orientações para evitar casos mais graves e novos registros. “O primeiro caso foi notificado em Dracena, que nos reportou para tomar as ações necessárias”, contou.

Ainda conforme o secretário, as ações abrangeram, além dos profissionais da saúde e da educação, que deverão ficar atentos aos sinais e sintomas em seus locais de trabalho, as famílias das crianças que são atendidas na creche. O secretário relatou ao G1 que todos os frequentadores da creche receberam visitas. Na ocasião, ainda foram verificadas as cadernetas de vacinação e as condições dos lares.

Ainda foi salientado pelo secretário da Saúde que, quem sentir os sintomas, deve seguir até a unidade de saúde mais próxima. “Os profissionais foram orientados a ficarem atentos aos sinais e notificarem para investigação”, explicou.   (Fonte: G1 Pres. Prudente)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br