terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Detento é morto por estrangulamento na Penitenciária de Tupi Paulista

Presos alegaram que cometeram crime porque homem matou a própria mãe. Homicídio aconteceu na madrugada desta terça-feira (31)

Detento dividia a cela com mais 33 homens, na Penitenciária de Tupi Paulista
(Foto: Claudinei Troiano/TV Fronteira)
Um detento de 22 anos foi assassinado na madrugada desta terça-feira (31), na Penitenciária de Tupi Paulista. De acordo com a Polícia Civil, ele foi estrangulado por companheiros de cela, que utilizaram uma corda e uma toalha para praticar o crime. Foi a terceira morte registrada na unidade prisional neste mês.

Conforme o delegado Aderson Moisés Vieira, os agentes ficaram sabendo do homicídio no momento da contagem dos presos. “Na contagem, eles foram avisados de que um estava morto. Então, os presos arrastaram o corpo do banheiro e o entregaram. Naquele momento, um detento assumiu a autoria do crime”, explicou.

Ainda segundo o delegado, o preso que disse ter matado o rapaz acabou entregando outras pessoas. “Ainda estamos ouvindo os envolvidos e, por enquanto, cinco pessoas podem estar relacionadas à morte. A maioria diz que estava dormindo, mas vamos ouvir todos os presos que estavam na cela”, afirmou Vieira.

Na cela, havia um total de 34 detentos e os envolvidos alegaram que mataram o companheiro devido ao suposto envolvimento dele na morte de familiares. “Eles dizem que a motivação do crime foi a de que a vítima matou a própria mãe e um irmão ou uma irmã. Ele realmente cumpria pena por homicídio na penitenciária. Mas vamos ouvir a todos para verificar a real participação de cada um”, salientou o delegado.

Estado
A reportagem solicitou um posicionamento oficial da Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP) sobre o caso registrado em Tupi Paulista nesta terça-feira (31), mas não obteve resposta até o momento desta publicação.

Outras mortes
No dia 12 deste mês, dois detentos também foram mortos no local, e um deles foi degolado. O motivo dado pelos autores era de que as vítimas eram "caguetas", ou seja, supostamente delatavam os companheiros.


Um dos presos assassinados tinha 33 anos e cumpria pena pelos crimes de homicídio e roubo. Já o outro tinha 24 anos e cumpria pena pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico, conforme informou a Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo.

A Penitenciária de Tupi Paulista está localizada no km 677,8 da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294). Conforme a SAP, a capacidade da unidade prisional é para 844 homens, mas a população atual é de 1.667 detentos, que cumprem pena em regime fechado.

A penitenciária tem 10.000 m² de área construída e foi inaugurada no dia 16 de março de 2005. (Fonte: G1 Pres. Prudente)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br