terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Piquerobi decreta estado de calamidade pública devido às chuvas

Estrada rural que liga a cidade a três assentamentos foi prejudicada. Funcionários da Prefeitura construíram passagem alternativa no local





Prefeito Dudu e o vice-prefeito Augusto acompanham o Coronel Andreius,
da Defesa Civil do Estado, no local dos estragos ocasionados pela
chuva (Fotos: Augusto Carvalho/Prefeitura Municipal)
A cidade de Piquerobi decretou estado de calamidade pública neste sábado (28), devido as fortes chuvas que atingiram o município durante esta semana e principalmente na madrugada de domingo. 

De acordo com o prefeito Dudu, entre os principais estragos registrados está o deslizamento de terra na estrada PQB 10, que liga a cidade aos assentamentos São José, Santa Rita e Santo Antônio. 

Dudu informou que a Defesa Civil foi acionada. Outros pontos afetados foram duas estradas rurais que interligam os assentamentos, e tiveram deslizamentos de terra em menor proporção. Em um dos pontos, um bezerro chegou a cair no buraco formado com a força da enxurrada, segundo o prefeito. 

Ele esclareceu que os problemas registrados na estrada PQB 10 foram ocasionados pelo estouro de um açude que fica próximo a região. “Devido a grande quantidade de chuva, o açude não suportou. A água saiu levando tudo. Foram registrados 320 milímetros de chuva na cidade”, explicou. 

Como medidas emergenciais, funcionários da prefeitura estiveram nos locais na tarde deste sábado (28), para a construção de uma passagem alternativa e colocação de cascalho, segundo a prefeitura. 

A concessionária de energia elétrica que atende o município também foi acionada, pois houve registros de quedas de fios em alguns locais da zona rural. Os assentamentos abrigam pelo menos 200 pessoas. 

DEFESA CIVIL – Nesta segunda-feira (30), o prefeito Dudu e o vice Augusto estiveram no local acompanhados do coronel Andreius do Amaral, do Escritório Regional da Defesa Civil de Presidente Venceslau. Observou-se que a força da enxurrada abriu uma vala de mais de 100 metros de comprimento por 50 metros de largura em alguns trechos seccionando completamente a travessia de veículos e de pessoas por aquele local. 

A força da chuva levou um tubo de aço de aproximadamente 5 metros de comprimento por 2 metros de diâmetro. 

O vereador Arnaldo Alves dos Santos (PSDB), morador do local e representante da Reta do Rio do Peixe e do Bairro do Buzio na Câmara Municipal, disse que é a primeira vez que vê estragos tão grandes ocasionados pela chuva. 

O Coronel Andreius informou ao prefeito Dudu que vai acionar o Instituto Geológico da Defesa Civil para se saber que tipo de obra poderá ser executada no local. 

Na quinta-feira próxima, a Assistência Social da Prefeitura repassará a Defesa Civil do Estado o relatório dos estragos ocasionados na cidade e zona rural. Sabe-se que 11 famílias da cidade e mais 4 de assentamentos foram atingidas seriamente pela chuva. A Prefeitura já iniciou a distribuição de roupas e alimentos.  (Integração Regional/G1 Pres. Prudente)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br