quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Prefeita de Epitácio esclarece situação de pagamento de servidores

Reunião com presidente do Sindiserpe ocorreu nesta semana
(Foto: Cedida/Nelson Roberto)
A prefeita de Presidente Epitácio, Cássia Regina Zaffani Furlan, recebeu em seu gabinete de trabalho, nesta semana, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindserpe), Claudio Pereira dos Santos, e o assessor Nelson Roberto, onde prestou esclarecimentos sobre os salários dos servidores do mês de dezembro de 2016, décimo terceiro salário e ticket alimentação.

Na ocasião, ela afirmou que a principal prioridade neste momento é o salário de dezembro, o ticket alimentação e em seguida o 13º salário, pois ainda não sabe das reais condições de recursos que a prefeitura dispõe. “Sabemos que a prefeitura recebeu mais de um milhão de reais nos últimos dias, mas o ex prefeito acabou o ano pagando todas as rescisões trabalhistas dos cargos de confiança por meio de cheque. Foram mais de R$ 350 mil e o restante só vamos descobrir quando os bancos liberarem as senhas e para isso é necessário a ata de posse registrada em cartório, o que demorará esta semana”, explicou Cássia.

A prefeita foi muito receptiva ao sindicato e garantiu que haverá sempre todas as informações necessárias aos servidores. “Quando tivermos uma decisão sobre os servidores chamaremos os representantes do sindicato e mais dois funcionários escolhidos pela classe para reuniões sobre o assunto”, disse. Ela explicou ainda que não haverá escalonamento de salário. “Quando recebermos o Fundo de Participação dos Município (FPM) e outros recursos ratearemos entre todos os servidores, ou seja, todos receberão uma quantidade igual e em seguida pagaremos o restante”, acrescentou.
Perguntada sobre a multa que está sendo estudada pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), Cassia afirmou que deverá defender a prefeitura com recursos, mas em caso de condenação deverá pagar os servidores. “Se preciso for, chamaremos todos para um acordo”, disse. Ainda sobre salários, a prefeita deverá editar um decreto lei fixando os salários de assessores – retirando a bonificação e encarregados com mais 20% sobre o salário base. “Os encarregados que já são de carreira terão um acréscimo de 20% sobre seus salários e os assessores terão dois tipos de vencimentos, não teremos mais graus e referencias nestes dois casos”, pontuou.

O presidente do Sindserpe agradeceu a prefeita por tê-lo recebido e explicado tudo sobre os salários dos servidores e afirmou que o sindicato está esperançoso de que tudo volte ao normal, pois os servidores sofrem com a falta de salários, ticket alimentação, 13º, pagamento de consignados nos bancos e taxas não repassadas à entidade. “A prefeita se mostrou preocupada com os servidores e garantiu que informará todos os passos sobre nossos vencimentos”, finalizou Claudio.  (AI)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br