sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Fechamento do JBS acende novo sinal de alerta no setor de frigoríficos

Entidades estão pessimistas em relação ao segmento de carnes neste ano

Prefeito de Coxim, Aluízio São José busca apoio do Governo
para evitar desemprego - Foto: Correio do Estado
A Associação de Matadouros, Frigoríficos e Distribuidores (Assocarnes) de Mato Grosso do Sul não prevê recuperação do setor para este ano. O sinal de alerta foi aceso após o anúncio de fechamento da unidade do grupo JBS em Coxim. Embora, segundo a assessoria da companhia, a causa do fechamento seja por questões contratuais com o antigo dono da planta, locada pela companhia, a queda no consumo interno da carne tem gerado preocupação. A afirmação é do presidente da instituição, João Alberto Dias.

De acordo com ele, o consumo de carne bovina em todo o País recuou uma média de 15% a até 20% no ano passado. O motivo está relacionado, principalmente, à queda do poder aquisitivo da população brasileira. Com a alta na inflação e aumento no número de desempregados, as famílias estão migrando para outras proteínas de origem animal, como o frango e suínos. 

“Essa queda é preocupante para o setor, sinaliza que 2017 não vai ser melhor que em 2016. Tudo está interligado à economia nacional e ao poder de compra da população, que indica que será apertado neste ano também. Todas as análises estão prevendo melhora somente a partir de 2018”, destacou Dias. O presidente da Assocarnes completa: “Só esperamos que não seja pior que em 2016”.  (Fonte: Correio do Estado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br