quinta-feira, 30 de março de 2017

JBS dá férias coletivas a funcionários de 03 frigoríficos

Funcionários trabalham em unidade do JBS (Divulgação)
Funcionários de três das sete plantas da JBS em Mato Grosso do Sul entrarão em férias coletivas de 20 dias, anunciou a empresa, alvo de investigação da Polícia Federal “Carne Fraca”. As unidades ficam em Nova Andradina, Naviraí e Anastácio,

Além das unidades em MS, também são afetados pela medida um frigorífico em São Paulo, um em Goiás, quatro em Mato Grosso e uma no Pará.

A companhia informa ainda que as férias poderão se estender por mais dez dias. “A medida é necessária em virtude dos embargos temporários impostos à carne brasileira pelos principais países importadores, assim como pela retração nas vendas de carne bovina no mercado interno nos últimos dez dias”, afirma a empresa em comunicado.

A empresa afirma na nota que "está empenhada na manutenção dos seus 125 mil colaboradores em todo o Brasil".

Entre esses importadores estão China, Hong Kong, Chile e Egito, que absorveram mais da metade das exportações brasileiras de carne bovina no ano passado. Por causa disso, a expectativa no mercado era que a JBS fosse retomar seu ritmo normal de abates nos próximos dias. A própria companhia deu ontem sinais nessa direção.

ABATES ENXUTOS

A empresa estava trabalhando com redução de 35% no número de abates no Estado esta semana. Isso representa perda de mais de 41 mil abates de bovinos. 

A JBS paralisou as atividades por três dias e, esta semana, retomou com escala de trabalho reduzida. 

Em nota, a assessoria de imprensa da JBS tinha esclarecido que “essas medidas visam ajustar a produção até que se tenha uma definição referente aos embargos impostos pelos países importadores da carne brasileira”.  (Fonte: Correio do Estado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br