terça-feira, 14 de março de 2017

Pecuarista é autuado por degradação de áreas protegidas em Bataguassu


Se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção
( Imagens: PMA/Divulgação)
No último domingo (12), policiais da PMA (Polícia Militar Ambienta) de Bataguassu realizavam fiscalização nas propriedades rurais do município e autuaram, um proprietário rural por degradação de área protegida de matas ciliares e construção ilegal de represa em um córrego que corta a propriedade.

Segundo a PMA, na fazenda localizada a 20 km da cidade, o pecuarista havia construído uma represa sem a licença ambiental. Devido às chuvas, a represa não resistiu e, com o rompimento, houve degradação de um hectare de matas ciliares e assoreamento do curso d’água a jusante.

O infrator de 50 anos, residente em Presidente Epitácio (SP), foi autuado administrativamente e multado em R$ 50 mil. Ele também responderá por crime ambiental.

Os policiais notificaram o proprietário a realizar um Prade (Plano de Recuperação de Área Degradada, junto ao órgão ambiental.  (Fonte: Jornal Da Nova)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br