terça-feira, 14 de março de 2017

Venceslau começa ano com saldo positivo de empregos

O mês de janeiro foi positivo na geração de empregos em Presidente Venceslau (SP). Com 226 contratações e 148 demissões, o município registrou saldo de 78 e uma variação de 1,48 em relação ao mês anterior. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Os setores de serviços e comércio registraram o maior número de contratações no mês, com 99 e 68 cada. No entanto, a taxa de desligamentos nestes setores também foram as maiores, com 58 demissões no comércio e 46 nos serviços. As áreas de construção civil e agropecuária foram as outras que também registraram saldo positivo no mês, sendo a primeira com 18 de saldo (30 contratações e 12 demissões) e a segunda com oito (18 contratações e 10 demissões).

Em Presidente Epitácio (SP), o saldo foi negativo. Conforme o Caged, 158 pessoas foram contratadas no município e 186 foram desligadas, formando um saldo de – 28 e uma variação de -0,61%.

Apesar de o saldo geral ser negativo, três setores registraram alta no município. O setor de serviços, com 69 contratações e 36 demissões, agropecuária, com 13 contratações e sete demissões e o de extrativa mineral, com cinco contratações e nenhuma demissão, terminaram o mês com saldo positivo.

Os dados divulgados pelo MTE no começo de março mostram a evolução do emprego formal em municípios com mais de 10 mil habitantes. O INTEGRAÇÃO REGIONAL levantou os dados gerais das cidades onde há a circulação do jornal. Confira:

Euclides da Cunha Pta: 17 contratados / 8 demitidos = saldo de 9 e variação de 2,88
Mirante do P.: 80 contratados / 78 demitidos = saldo de 2 e variação de 0,07
Pirapozinho: 106 contratados / 116 demitidos = saldo de – 10 e variação de -0,25
P.Venceslau: 226 contratados / 148 demitidos = saldo de 78 e variação de 1,48
P.Epitácio: 158 contratados / 186 demitidos = saldo de – 28 e variação de -0,61
Rosana: 32 contratados / 49 demitidos = saldo de – 17 e variação de -0,94
Santo Anastácio: 50 contratados / 57 demitidos = saldo de – 7 e variação de -0,26
Teodoro Sampaio: 37 contratados / 65 demitidos = saldo de – 28 e variação de – 1,01

Situação nos últimos meses
Apesar do saldo positivo em janeiro deste ano, Presidente Venceslau apresenta saldo negativo nos últimos doze meses. No período, foram registradas 1.929 contratações e 2.038 demissões, saldo de – 109 e variação de – 2,00.

O setor que mais contratou no período foi o de comércio, com 723 contratações, seguido pelo de serviços (670), indústria de transformação (206) e construção civil (204). O comércio também foi o que mais demitiu (744), seguido pelo setor de serviços (596), construção civil (319) e indústria de transformação (260).

Em Epitácio, a variação também foi negativa no período. Foram registradas no município 1.611 contratações e 2.496 desligamentos, fazendo um saldo de – 885 e uma variação de – 16,18.

No período, o setor que mais contratou em Epitácio foi o de comércio, com 729 contratações. Em seguida, vem o setor de serviços (543), construção civil (113) e indústria de transformação (111). No ranking dos setores que mais demitiram, a ind’ustria de transformação figura em primeiro (900), seguido pelo comércio (733), serviços (592) e construção civil (140).

Confira o saldo geral nas oito cidades pesquisadas:

E. da Cunha Pta: 93 contratados / 137 demitidos = saldo de - 44 e variação de - 12,05
Mirante do P.: 605 contratados / 771 demitidos = saldo de - 166 e variação de – 5,26
Pirapozinho: 1.411 contratados / 1.432 demitidos = saldo de - 21 e variação de - 0,52
P.Venceslau: 1.929 contratados / 2.038 demitidos = saldo de – 109 e variação de – 2,00
P.Epitácio: 1.611 contratados / 2.496 demitidos = saldo de – 885 e variação de -16,18
Rosana: 487 contratados / 599 demitidos = saldo de – 112 e variação de -5,90
Santo Anastácio: 768 contratados / 872 demitidos = saldo de – 104 e variação de -3,71
Teodoro Sampaio: 827 contratados / 1.054 demitidos = saldo de – 227 e variação de – 7,66

Setores
Os dados emitidos pelo Caged incluem a movimentação do emprego formal nos setores da agropecuária, administração pública, comércio, construção civil, extrativa mineral, indústria de transformação, serviços, entre outros.  (Da Redação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br