quarta-feira, 12 de abril de 2017

Servidores se manifestam contra reajuste 0% durante sessão da Câmara em Venceslau

Protesto ocorreu na noite desta segunda-feira (10), em Presidente Venceslau
(Foto: Cristiana Lobato/Cedida)
Realizada nesta segunda-feira (10), a 12ª sessão da Câmara dos Vereadores de Presidente Venceslau teve a apresentação de dois projetos de lei, nove indicações e 19 requerimentos por parte dos vereadores. A sessão também foi marcada pela presença dos servidores públicos municipais, que protestaram contra a medida do prefeito Jorge Duran de não reajustar o salários dos servidores neste ano. 

Os servidores promoveram uma passeata antes da sessão em protesto à contraproposta do prefeito Jorge Duran. No mês passado, a prefeitura afirmou que não tinha condições para conceder o aumento salarial, nem o reajuste do ticket alimentação para a categoria por conta da atual situação econômica do município. A categoria reivindica 12% de aumento nos salários, além de exigir também o aumento no valor do vale-alimentação, passando dos atuais R$ 265 para R$ 350.

Em entrevista ao site G1 Prudente, o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Presidente Venceslau (Sindiserve), Arnaldo da Silva, explicou que o sindicato apresentou a proposta ao Executivo no mês de fevereiro, mas nenhum reajuste foi concedido até o momento. “O prefeito disse que não vai dar aumento. Nossa data-base é em março, porém, nem o índice da inflação foi concedido de aumento. Estamos abertos à negociação, mas por enquanto, não há acordo”, explicou o presidente.

De acordo com o presidente da Câmara, João Paulo Rondó, todos os vereadores são a favor de um reajuste para a categoria. No entanto, nenhuma proposta por parte do prefeito chegou até a Casa de Leis, o que impossibilita a aceitação ou negativa dos vereadores em relação ao reajuste 0%. “Os servidores estão indo para a Câmara se manifestar. Até o momento, não nos chegou um ofício por parte do sindicato ou uma proposta do prefeito para analisarmos. A negociação de valores é feita apenas entre os servidores e o prefeito”, explicou Rondó.

Prefeitura
A assessoria da prefeitura de Presidente Venceslau afirmou através de nota que o Executivo oficiou o Sindicato dos Servidores Municipais de Presidente Venceslau (Sindiserve) para que fosse realizada uma reunião nesta quinta-feira (13), às 10h, no gabinete do prefeito Jorge Duran para discutirem sobre o dissídio. 

Ainda conforme a nota, o Sindiserve enviou outro ofício para afirmar que não poderá se reunir com o prefeito nesta quinta-feira, em virtude de já ter agendado outros compromissos. O sindicato propôs uma reunião na próxima terça-feira (18), às 10h, mas na data o prefeito terá uma reunião da Fehidro, em Marília (SP), portanto outra data deverá ser agendada.

Sessão
Com a presença de todos os vereadores, outros assuntos foram debatidos durante a sessão. Dentre eles, um Projeto de Lei que estabelece multa para todo aquele que praticar o descarte irregular de objetos em vias e logradouros públicos da cidade foi apresentado, bem como as indicações para construção de lombadas na avenida Dom Pedro II, em frente à EMEFEI “Dr. Álvaro Coelho”, e também na rua Fortaleza, em frente ao número 260.

Requerimentos referentes à construção de galerias e pavimentação de via, bem como esclarecimentos a respeito da construção de 400 unidades habitacionais no município também foram discutidos.  (Da Redação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br