quinta-feira, 25 de maio de 2017

Polícia Ambiental apreende armas e materiais de caça e pesca em residência





Apreensões foram realizadas pela Polícia Militar Ambiental
 (Foto: Polícia Militar/Cedida)
Um morador de Lucélia foi preso e recebeu multa de R$ 734,00 ao ser flagrado (24) pela Polícia Militar Ambiental, nesta quarta-feira (24), com armas de fogo e materiais de pesca e caça. O pescado apreendido foi destinado a uma entidade assistencial da cidade.

Os policiais realizavam fiscalização às margens do Rio Aguapeí, nas imediações da Cachoeira Salto Botelho e Ponte Bento de Abreu, quando, por volta das 9h10, fizeram a abordagem do suspeito, o qual autorizou a vistoria em sua residência, onde foram localizadas uma espingarda calibre 36 e munições dentro de um cano de PVC enterrado no quintal.

Os militares continuaram a vistoria e encontraram mais um revólver calibre 38 – de fabricação artesanal –, uma espingarda de pressão, 94 espoletas, 260 gramas de bolinhas de chumbo, 40 gramas de pólvora, três laços para caça, uma lança de ferro, quatro redes de pesca, duas tarrafas e 1,7 kg de pescado da espécie traíra e cascudo.

Diante dos fatos, o morador recebeu voz de prisão em flagrante pelo crime de posse irregular de arma de fogo e também foi autuado em R$ 734,00 por crime ambiental. O detido foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil, em Lucélia, onde foi ratificada sua prisão, sem fiança, até a audiência de custódia.

Todos os materiais ficaram apreendidos na delegacia e o pescado foi doado para o Lar São Vicente de Paulo, em Lucélia. (G1 Prudente)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br