quinta-feira, 22 de junho de 2017

Deputado intercede em prol de presídio em Santo Anastácio

O deputado estadual Antônio Carlos de Campos Machado (PTB) se reuniu com o governador Geraldo Alckmin (PSDB) nesta semana, dando seu apoio à construção de complexo penitenciário em Santo Anastácio. Para o governador, Campos Machado destacou que a proposta conta com o apoio da Prefeitura, da Câmara dos Vereadores e do diretório do PTB na cidade, conforme informações da Assessoria de Imprensa do gabinete do parlamentar.

"O governador é sempre sensível às causas municipalistas, principalmente quando se trata da geração de emprego, que é a grande preocupação do país hoje. Ele me assegurou que vai analisar a solicitação, que é justa, verificando as condições do Estado para que a construção do complexo penitenciário em Santo Anastácio seja iniciada com a rapidez que se faz necessária", explica Campos Machado.

A construção vai proporcionar a geração de emprego aos anastacianos, cuja taxa de ocupação é de 17,9% e o salário médio é de 2,2 salários mínimos. O deputado completa que “diante do fantasma do desemprego”, a edificação deste presídio representará a possibilidade e a oportunidade de novos postos de trabalho aos munícipes, que padecem os efeitos da atual crise e aguardam apreensivos. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), dos 20.457 habitantes de Santo Anastácio, 3.767 estão empregados.

Tratativas
Como noticiado por este diário, a construção da penitenciária em Santo Anastácio está sendo discutida desde 2013, quando a administração municipal da época registrou interesse mediante à SAP (Secretaria de Administração Penitenciária).

De acordo com o prefeito Roberto Volpe (PMDB), em reunião com o secretário do órgão, Lourival Gomes, na última semana, foi declarado que o custo estimado para a obra é de R$ 42 milhões. Ainda conforme o chefe do Executivo, o projeto está “verbalmente autorizado”.

Com o status “em andamento”, conforme relatado pelo prefeito, a proposta entrou na fase de captação de recursos. Ainda de acordo com ele, os gastos são integralmente do Estado e, na contrapartida, o município entra com o terreno para que a construção possa ser feita. Sobre isso, por meio de nota à época, a SAP limitou-se a informar que, no encontro em questão, foi discutido o início da obra de uma unidade penal em Santo Anastácio, no entanto, “a área ainda não está definida”.

(O Imparcial)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br