quinta-feira, 20 de abril de 2017

Obras em marginal vão interditar acesso ao Vencesville na próxima semana

Passagens estarão fechadas por tempo indeterminado 
(Foto: Cedida / Cart)
As obras para a implantação da via marginal Paulo Raymundo Leonardi, localizada entre os dois trevos de Presidente Venceslau (SP), na rodovia Raposo Tavares (SP-270), continuam em andamento.

Para dar sequência aos trabalhos, será necessário bloquear temporariamente a passagem inferior existente no km 620 da rodovia, na altura do bairro Vencesville, em Presidente Venceslau. O bloqueio acontecerá a partir das 8h da próxima segunda-feira, 24 de abril. A previsão é manter a interrupção por 15 dias.

A passagem inferior, que vem sendo utilizada como acesso ao bairro Vencesville, será interditada nos dois sentidos (Bairro-Centro e Centro-Bairro). No sentido Bairro-Centro o usuário deverá acessar a SP-270 no km 621 leste, seguir pelo mesmo sentido até o km 619+450, trevo da avenida Tiradentes e utilizar o dispositivo para retorno (trevo).

No sentido Centro-Bairro e no sentido oeste da rodovia Raposo Tavares, o usuário deverá seguir até o dispositivo do km 622+950, trevo da Penitenciária e seguindo no sentido leste da SP-270, acessar o Bairro Vencesville no km 621.

A pista, paralela à SP-270, terá 3,6 quilômetros de extensão e será implantada do km 619+300 ao km 622+900, sentido oeste. A marginal proporcionará mais segurança e conforto aos moradores do município e usuários da rodovia. A via irá receber pavimento asfáltico e calçada para pedestres, melhoria e ampliação do sistema de drenagem pluvial, além da implantação de sinalização horizontal e vertical.

A manutenção do local será realizada periodicamente pela Cart, já que se trata de uma área de concessão.

Mudança de data
Foi divulgada anteriormente pela Concessionária a informação de que o bloqueio aconteceria a partir desta quarta-feira, dia 19 de abril, mas a Cart voltou atrás e adiou o procedimento para o dia 24.  (Da redação)

Faça orçamento na Loja Casa das Cortinas



Audiência pública será realizada para discutir Plano Plurianual e LDO em Piquerobi

Prefeito de Piquerobi convidou população
para a reunião (Foto: Reprodução / Facebook)
Uma audiência pública será realizada em Piquerobi (SP) no próximo dia 25 de abril, terça-feira, para tratar sobre assuntos referentes à administração municipal. A reunião acontecerá na Câmara dos Vereadores do município, a partir das 11h.

Na ocasião, o Poder Executivo discutirá sobre a elaboração das seguintes peças de planejamento: Plano Plurianual para o quadriênio 2018/2021 e Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2018, conforme determina o art. 48º da Lei 101/2000.

O prefeito de Piquerobi (SP), Valdir Aparecido Lopes, o “Dudu”, convida a população para participar da audiência por meio de edital.  (Da Redação)

Biju da Chica e Cerâmica H. Pereira


Prefeitura relata ao Sindiserve que está impedida de dar reajuste aos funcionários

Reunião do prefeito com a diretoria do Sindiserve na quarta-feira (20)
Nesta quarta-feira o prefeito Jorge Duran e sua equipe técnica se reuniram com os representantes do Sindiserve (Sindicato dos Servidores Municipais de Presidente Venceslau) para mais uma vez conversar sobre o reajuste salarial de 2017. A reunião foi na manhã desta quarta-feira, dia 19, no gabinete do prefeito e mais uma vez foi explicado aos servidores que a prefeitura está impedida de conceder qualquer tipo de reajuste.

Durante a reunião, o prefeito fez uma introdução sobre a atual situação financeira do município e falou que é necessário aumentar a receita e para isso, está buscando formas de arrecadação e diminuição de gastos. 

Mais uma vez Duran disse que o limite máximo de gastos com o pessoal apontado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, se apegando na Lei Federal de Responsabilidade Fiscal é de 54% da Receita Corrente Líquida do município. A mesma Lei não permite que se faça qualquer tipo de reajuste salarial quando se atinge 95% desse limite, chamado prudencial, ou seja, 51,3%. Segundo dados de dezembro de 2016 da prefeitura, Presidente Venceslau já está gastando 53,59% com o pessoal, totalizando R$ 47.114.859,80 da Receita Corrente Líquida do município de R$ 87.917.260,44.

Na ocasião, o prefeito voltou a frisar que se aumentar o salário pode ser responsabilizado na Lei de Responsabilidade Fiscal por improbidade administrativa. Duran ainda afirmou que está estudando formas e que será necessário uma reforma administrativa na Prefeitura Municipal de Presidente Venceslau e para isso, vai precisar conversar mais vezes com os representantes do sindicato.

Mesmo após frisar que está impedido de conceder qualquer tipo de reajuste aos funcionários por exceder o percentual de 95% do limite de gastos com o pessoal, Jorge Duran ainda aceitou o pedido dos representantes do sindicato de estudar alguma maneira com o secretário de finanças Edson Prado e marcou uma nova reunião com a categoria para a próxima segunda-feira, dia 24, às 08:00, em seu gabinete. 

“Tentamos de todas as maneiras pensar em uma forma de dar reajuste ao servidor municipal, mas estamos impedidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Agora vamos pensar e estudar se existe alguma forma, mas digo que não será fácil. O momento político no Brasil é difícil e isso está refletindo nos municípios em formas de arrecadação. Os gastos aumentam e a arrecadação continua a mesma, não podemos agir com irresponsabilidade para que lá na frente atrase ou até mesmo não tenha mais como pagar os servidores municipais. Por isso, é necessário ser cauteloso e agir de maneira responsável”, concluiu o prefeito Duran.  (AI)

Haru Anime no Colégio São Paulo



Por conta do feriado, Feira da Agricultura Familiar será nesta 5a.

A Prefeitura Municipal de Presidente Venceslau, por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio, informa que a Feira da Agricultura Familiar, que tradicionalmente é realizada todas as sextas-feiras no pátio da Fepasa, excepcionalmente será realizada nesta quinta-feira (20), já que sexta-feira é feriado Tiradentes.

A Feira da Agricultura Familiar começa por das 16:00 e são comercializados somente produtos oriundos da agricultura familiar, como verduras e legumes colhidos no próprio dia da feira.

A população também conta com uma praça de alimentação, com pastel, espetinhos, tapioca, água de coco, entre outros.

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br