sexta-feira, 12 de maio de 2017

Colégio São Paulo Ensino Integral. Matriculas abertas


Equipe de Jiu-Jitsu organiza campeonato interno infantil em PV





Fotos: Cida Rocha / cedidas ao Integração Regional
A equipe Almeida Jiu-Jitsu, coordenada pelo Mestre Henrique Ramos e dirigida pelo Professor Maycon Santos, realizou na noite de quinta-feira (11) em Presidente Venceslau o 1º campeonato interno de Jiu-Jitsu infantil. O evento foi realizado a partir das 19h, no Barracão da Fepasa.

De acordo com os organizadores, o evento teve como objetivo motivar e incentivar as crianças no esporte. Ainda conforme a organização, foi uma noite de festa, envolvendo alunos, familiares e amigos do esporte. (Da redação)

Sicredi


Brechó da Santa Casa de Venceslau aberto de segunda à sexta

Espaço fica em frente à Organização Presidente
 (Foto: Reprodução / Portal Bueno)
O Brechó da Santa Casa de Presidente Venceslau está aberto de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 18h.

No local, são vendidos todos os tipos de roupas e acessórios doados, com o objetivo de angariar renda para a entidade.

O Brechó aceita doações de peças diversas como roupas em geral, calçados, bolsas, bijuterias, vestidos de festas, entre outras coisas.

O espaço onde é realizado o brechó fica ao lado do laboratório da Santa Casa, em frente à Organização Presidente. (Portal Bueno)

Pajé Motos


Obras da marginal em PV seguem até setembro, segundo Cart


Obras da marginal ligarão os dois trevos de Venceslau
 (Foto: Eduardo Maduro / Integração Regional) 
A via marginal “Paulo Raymundo Leonardi” segue sendo construída pela Concessionária Auto Raposo Tavares (Cart) em Presidente Venceslau (SP). Conforme informações da assessoria de imprensa da Cart, as obras, que começaram na primeira semana de abril, devem ser concluídas em setembro deste ano.

A construção é realizada entre os dois trevos da cidade, na rodovia Raposo Tavares (SP – 270). A pista terá 3,6 quilômetros de extensão e será implantada do km 619+300 ao km 622+900, no sentido oeste. Conforme a Cart, a via proporcionará mais segurança e fluidez no tráfego local.

Além de pavimento asfáltico e calçada para pedestres, o local receberá a ampliação do sistema de drenagem pluvial e implantação de sinalização horizontal e vertical em toda a extensão. Depois de pronta, a marginal receberá manutenção periodicamente da Cart.

Durante a execução da obra, a concessionária pede aos motoristas e moradores do bairro localizado nas imediações que tenham paciência, redobrem a atenção, reduzam a velocidade e sigam as instruções da sinalização. Ações no tráfego como ‘Pare e Siga’, estreitamento de pista, desvios e redução de velocidade serão promovidas no período da obra. (Da redação)

Liane Veículos


Ex-funcionários de usina queimam pneus e bloqueiam passagem de caminhões com cana-de-açúcar



Passagem de caminhões carregados com cana foi bloqueada por
manifestantes (Foto: Diego Guedes Pereira/Cedida)
Cerca de 70 ex-funcionários da Usina Alta Paulista (Usalpa) bloquearam nesta sexta-feira (12) a vicinal conhecida como Estrada Vale Verde, em Junqueirópolis, e impediram que caminhões carregados com cana-de-açúcar para moagem chegassem à Usina Rio Vermelho. Os manifestantes reivindicam o pagamento de salários atrasados e o acerto das rescisões trabalhistas.

O manifesto teve início por volta das 8h e a passagem dos veículos foi impedida com galhos de árvores e pneus incendiados. A ação, segundo os manifestantes, teve o objetivo de não deixar a cana-de-açúcar da Usalpa chegar à Rio Vermelho para ser processada, como forma de “forçar” a primeira usina a acertar os direitos trabalhistas.

“O pessoal foi demitido em novembro do ano passado e ninguém recebeu nada ainda. Quem foi mandado embora em fevereiro nem recebeu o último salário. Muitos não tiveram o Fundo de Garantia depositado e não conseguem receber o seguro-desemprego. Tem trabalhador passando necessidade e dependendo de parentes”, disse Daniel Cavalcanti, de 25 anos, analista de laboratório, que foi demitido em fevereiro.

O ex-funcionário também explicou ao G1 que no dia 5 de abril houve outra manifestação em frente à Usalpa, onde ficou acertado entre a empresa e os ex-colaboradores que o dinheiro da venda de cerca de 300 mil toneladas de cana seria revertido para o acerto dos direitos trabalhistas, porém, segundo Cavalcanti, o acordo não foi cumprido.

“Chamaram a gente para conversar e disseram que venderiam 300 mil toneladas de cana por até R$ 20 milhões e acertariam com a gente no último dia 28 de abril. A cana foi processada, já pagaram a usina e ainda não acertaram com a gente. Estamos tentando colocar pressão. Se a Usina Rio Vermelho ficar sem cana para moer, ela vai por pressão na Usalpa, que já está recebendo dinheiro”, pontuou Cavalcanti ao G1.

Sindicato 
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Química, Farmacêutica e da Fabricação de Álcool de Presidente Prudente e Região (Sindiálcool), Milton Ribeiro Sobral, informou ao G1, nesta sexta-feira (12), que as demissões na Usalpa tiveram início em novembro do ano passado e foram concluídas em fevereiro, porém, diversos ex-colaboradores não receberam os valores das rescisões e de salários atrasados. 

“A Usalpa demitiu, não pagou as verbas rescisórias e o sindicato entrou com uma ação para garantir esses direitos. Fizemos um compromisso verbal com a usina de que o dinheiro dessa cana seria utilizado para pagar os trabalhadores. A manifestação é justa, porque eles foram demitidos e não receberam verbas rescisórias. Tem alguns que não receberam nem o último salário. O sindicato já entrou na Justiça representando cerca de 360 trabalhadores e o nosso objetivo é que ela [Justiça] reconheça que a cana vendida possa ser destinada aos ex-funcionários”, concluiu. 

Outro lado 
O G1 entrou em contato com a Usina Alta Paulista, mas, até o momento, a empresa não se manifestou sobre o assunto. 

A reportagem também entrou em contato com a Usina Rio Vermelho, apontada como a compradora da cana-de-açúcar da Usalpa, mas as ligações não foram atendidas. (GI Prudente) 


Scalon Presentes


CATI promove cursos de capacitação em penitenciárias de PV e região

Segundo CATI, a iniciativa busca ampliar possibilidades de inserção social
 (Foto: Cedida / Cati)
Oportunidade, capacitação e vida nova. Esse é o resumo de um projeto que organiza cursos para oferecer oportunidades de reinserção a presos do sistema carcerário do Estado de São Paulo; a primeira experiência foi realizada em Presidente Venceslau.

O curso sobre aspectos relevantes da suinocultura, desenvolvido na região, tem levado esperança de dias melhores do lado de fora da penitenciária. Até o momento, 164 pessoas já foram capacitadas por meio do curso ofertado. O projeto é uma parceria da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA), por meio da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), juntamente com a Fundação Professor Doutor Manoel Pedro Pimentel (Funap), vinculada à Secretaria da Administração Penitenciária (SAP).

Com o objetivo de colaborar com a Funap, a CATI Regional Presidente Venceslau firmou uma parceria com a Coordenadoria das Unidades Prisionais da região oeste (Croeste) em 2016. A penitenciária fez o levantamento das demandas locais e a Regional elaborou o plano de curso para a capacitação dos funcionários da SAP, que foram responsáveis pela difusão do conhecimento dentro das unidades prisionais da Região Oeste do Estado. Foram realizadas duas capacitações: curso básico sobre podas de árvores frutíferas e arborização urbana e curso sobre aspectos relevantes na suinocultura.

De acordo com a bióloga Martha Regina Lucizano Garcia, da assessoria técnica da CATI, a iniciativa busca ampliar as possibilidades de inserção social, empregabilidade e geração de renda para pessoas em privação de liberdade. Segundo ela, o gerente regional de Presidente Prudente da Funap, Milfran Melotti Evangelista, foi o responsável por propor o projeto e o diretor da CATI Regional Presidente Venceslau, médico veterinário Felipe Melhado, aprovou a ideia. “O Milfran achou interessante fazer um projeto piloto em Presidente Venceslau, portanto foi um projeto regional”, explicou Martha. A capacitação dos funcionários da SAP ocorreu na Penitenciária Zwinglio Ferreira, de Presidente Venceslau, que possui a estrutura necessária para cursos voltados para a área agrícola.

Melhado explica que o plano de curso desenvolvido pela CATI é semelhante aos usados para capacitação de técnicos. “Fizemos um plano de trabalho para a parte de podas de árvores frutíferas e arborização urbana e capacitamos os funcionários que lidam com as pessoas em privação de liberdade. Ao fim do curso, a CATI fornece um certificado de conclusão”, explicou o diretor da CATI Regional Presidente Venceslau. O curso de suinocultura, também ofertado, foi realizado dentro da unidade prisional, que tem capacidade para atender ao suporte de campo.

O reeducando M. J. D. afirma que o curso despertou o interesse dele em trabalhar com suinocultura. “Pretendo trabalhar com suinocultura utilizando as técnicas recebidas pelo curso após o cumprimento da minha pena”. O interno aproveitou para agradecer a oportunidade e afirmou que gostaria que o projeto fosse estendido a todos os sentenciados do sistema prisional.

Roberto Sidney Lopes, funcionário da penitenciária em Presidente Prudente, aproveitou para falar da experiência positiva em repassar o curso aos sentenciados. “Realizei o curso na Penitenciária I de Presidente Venceslau, onde fui multiplicador das técnicas desenvolvidas aos sentenciados que prestam serviços no regime semiaberto. Participar do curso possibilitou, além da aprendizagem, agregar a prática com a teoria, proporcionando um amplo enriquecimento na função que desempenho”, opinou. Para Sidney, os parceiros envolvidos no projeto “tiveram a sensibilidade de promover uma iniciativa de grande relevância a uma classe desfavorecida”, que necessita de cursos profissionalizantes no cárcere para que possam deixar a criminalidade e viver como cidadãos de bem na sociedade.

Para o coordenador da CATI, João Brunelli Júnior, o projeto tem um forte viés social. “Com a reinserção dos reeducandos na sociedade, a iniciativa permite que eles desenvolvam e aprimorem seus conhecimentos de formas teórica e prática para que, ao terem a chance de voltar ao convívio na sociedade, possam estar capacitados e até serem empreendedores com os conhecimentos adquiridos”, concluiu.

De acordo com o secretário da SAA, Arnaldo Jardim, a iniciativa faz parte das diretrizes das políticas públicas do governador Geraldo Alckmin. “Os cursos ofertados permitem aos internos a oportunidade de agregar novos conhecimentos e, assim, terem uma condição de vida melhor ao saírem do sistema carcerário”, afirmou.

Próximos passos
Com o sucesso da parceria entre os órgãos do governo paulista, o gerente regional da Funap revela que o próximo passo é propor o plano de trabalho para toda rede, que engloba oito macrorregiões: Araçatuba, Bauru, Campinas, capital, Grande São Paulo, Presidente Prudente, Ribeirão Preto e Sorocaba. “A intenção é divulgar outras culturas, como apicultura, plantas medicinais, entre outros”, disse.

“Cada região fará o levantamento de suas demandas e entrará em contato com as Regionais CATI. As Regionais da CATI ficarão responsáveis pela elaboração do plano de curso, de acordo com as demandas levantadas pelas unidades prisionais, capacitação dos funcionários da SAP e certificação. Os funcionários da SAP, por sua vez, capacitarão os reeducandos das unidades prisionais”, explicou Martha. (A.I / CATI)

Ótica Nacional


Corpo de Bombeiros doa cestas básicas para Fundo Social de Solidariedade

Entrega de cestas foi realizada na noite de quarta-feira (Foto: Cedida / A.I) 
Na noite de quarta-feira (10) foi realizada a formatura do curso de socorrista, realizado pelo Corpo de Bombeiros de Presidente Venceslau. Na ocasião, estava presente a primeira-dama do município, Adriana Duran, que recebeu dos organizadores 20 cestas básicas, doadas para o Fundo Social de Solidariedade.

As cestas básicas foram doadas pelos alunos do curso. De acordo com o capitão do Corpo de Bombeiros, Alex de Moura Brito, como o curso não teve nenhum custo, os organizadores pediram para cada aluno a doação de uma cesta básica para ajudar os mais necessitados.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Adriana Duran, participou da entrega dos certificados e recebeu das mãos do capitão as cestas básicas que serão entregues na secretaria de Assistência Social. “Quero agradecer ao Corpo de Bombeiros pela iniciativa de doar essas cestas básicas para o Fundo Social de Solidariedade. O momento não é fácil e hoje em Presidente Venceslau temos muitas pessoas necessitando de ajuda”, disse Adriana.

O curso de socorrista foi realizado durante 17 dias pelo Corpo de Bombeiros de Presidente Venceslau. O objetivo foi abordar os temas mais importantes que um cidadão consciente engajado precisa dominar para estar pronto a atuar na maior parte das emergências que podem ocorrer à sua frente. (A.I)

Quitanda do Mário




Chamas atingiram o supermercado, em Santo Anastácio
 (Foto: Anderson Camargo/TV Fronteira)
Um incêndio de grandes proporções atingiu, na noite desta quinta-feira (11), um supermercado na cidade de Santo Anastácio. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, equipes da cidade e região trabalham neste momento no controle das chamas para evitar que o fogo se alastre em imóveis vizinhos. O estabelecimento atingido fica na rua Barão do Rio Branco, 623, próximo ao Fórum.

Segundo relatos de um morador da cidade ao Portal Bueno, o fogo teve início por volta das 21h15. “Estava com uns amigos em uma conveniência que fica em frente ao mercado e percebemos uma fumaça vindo do local.Depois escutamos uns estouros e o fogo começou a aumentar e então acionamos os bombeiros”, diz o morador.

Bombeiros das guarnições de Presidente Venceslau e Presidente Prudente também estão no local ajudando no trabalho de controle das chamas. Até o momento não houve nenhum registro de feridos ou informações sobre a causa do incêndio. (Portal Bueno)

Martins e Marinelli Agronomia


Dia D da campanha de vacinação será realizado neste sábado em PV

Posto Central e postinhos atenderão a população neste 
sábado (Foto: Reprodução)
A Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus Influenza (gripe) chega neste sábado (13) em seu “Dia D”. Na ocasião, as unidades de Estratégia Saúde da Família (ESFs) e a Unidade Básica de Saúde (UBS) Central de Presidente Venceslau (SP) disponibilizarão a vacinação das 8h às 17h.

A ação é desenvolvida para atender pessoas de todos os públicos-alvo da campanha. Segundo a Vigilância Epidemiológica (VEM) de Presidente Venceslau, haviam sido vacinados até o dia 5 deste mês 3.144 idosos, 557 trabalhadores da saúde, 415 crianças, 107 gestantes e 22 puérperas. Em novo boletim divulgado na tarde desta quinta-feira (11), a vigilância informou que 6.100 pessoas foram vacinadas até o momento. O objetivo é alcançar 90% de pessoas vacinadas em cada grupo de risco, alcançando 12 mil pessoas em toda a cidade.

A campanha entrou na quinta e última fase na segunda-feira (8), com foco na imunização do grupo de professores (mediante apresentação de holerite) e todos os grupos anteriores. Nas primeiras fases, profissionais de saúde de hospitais, trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados, idosos, gestantes, puérperas, crianças (entre 6 meses e 5 anos), indígenas e pessoas com comorbidades foram imunizadas.

A secretaria de Saúde pede para que as pessoas procurem o posto de saúde mais próximo de sua residência portando o cartão de vacinação. O documento é fundamental no momento de receber a dose. (Da redação)

Farmais e RA Fórmulas


Prazo de inscrição para Vestibulinho da Etec termina hoje

Termina hoje, às 15h, o prazo para as inscrições do Vestibulinho – 2º Semestre 2017 da ETEC “Professor Milton Gazzetti” de Presidente Venceslau. A inscrição deve ser feita exclusivamente pelo site da ETEC. A prova será aplicada no dia 11 de junho, às 13h30.

São 160 vagas oferecidas em quatro cursos diferentes, além da possibilidade de concorrer a vagas remanescentes em outros dois cursos. As oportunidades são distribuídas nos cursos de Contabilidade (40 vagas no período noturno), Informática para internet (40 vagas no período noturno), Recursos Humanos (40 vagas no período noturno) e Secretariado (EaD – Semipresencial / terças e quintas no período noturno – 40 vagas). As vagas remanescentes são oferecidas para os cursos de Informática e Recursos Humanos.

Mais informações podem ser obtidas no telefone (18) 3271-3687 ou na sede da escola, localizada na rua Bernardo de Campos, 809, Vila Baruta. As inscrições devem ser feitas no site http://www.vestibulinhoetec.com.br/home/. (Da redação)

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br