sexta-feira, 26 de maio de 2017

Colégio São Paulo


Eleição da diretoria administrativa do Sindicato dos Bancários de PV é realizada


Movimentação no sindicato permaneceu durante toda a
 quinta-feira (Fotos: Eduardo Maduro / INTEGRAÇÃO REGIONAL)

Secretário Geral da Federação dos Bancários de Mato Grosso do Sul, 
Reginaldo Breda, ao lado do presidente do sindicato de Venceslau,
 Sidnei Corral (à esquerda)

Café da manhã foi servido aos presentes

A sede do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Presidente Venceslau e região recebeu, durante a manhã e maior parte da tarde desta quinta-feira (25), as eleições da nova diretoria administrativa para os próximos quatro anos. Na ocasião, apenas a chapa do atual presidente, Sidnei de Paula Corral, participou da eleição.

A chapa possui 24 componentes e, uma vez eleita, haverá uma reunião com os membros da diretoria para escolher as funções de cada integrante, dentre elas a presidência. Conforme Sidnei Corral, atual presidente do sindicato, a reunião interna é realizada quando o mandato atual vence, no próximo dia 15 de junho.

A eleição teve início às 10h, na sede do sindicato. Cinco urnas foram disponibilizadas para os bancários, sendo que destas apenas uma permaneceu na sede. As outras quatro foram enviadas para municípios da região e agências de Presidente Venceslau. “Como se trata de um sindicato da região, temos que colher os votos das demais cidades. Uma das urnas colheu votos dos integrantes de Marabá Paulista, Teodoro Sampaio, Euclides da Cunha Paulista, Rosana e Porto Primavera. Outra urna passou por Piquerobi e Santo Anastácio, uma terceira por Caiuá e Presidente Epitácio e a última foi enviadas para as agências bancárias de Presidente Venceslau”, explicou Corral.

As votações se encerraram às 17h e, embora apenas uma chapa estivesse concorrendo, era necessária a votação favorável por parte da maioria (50% + 1) para que a diretoria pudesse ser eleita. Delegados da Federação acompanharam o processo eleitoral e a eleição foi feita pelos delegados indicados pela Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Na ocasião, estiveram presentes 18 delegados.

Para garantir a legitimidade da eleição, as formalidades previstas em estatuto precisaram ser cumpridas. Para tanto, o Secretário Geral da Federação dos Bancários de Mato Grosso do Sul, Reginaldo Breda, foi escolhido para ser o delegado responsável pela fiscalização da apuração de votos e pelo processo eleitoral em si.

Até o fechamento desta edição do INTEGRAÇÃO REGIONAL, o resultado da apuração ainda não havia sido divulgado. Caso o quórum não seja atingido, uma nova eleição será convocada. No entanto, a possibilidade é praticamente nula, conforme disse o secretário geral. "Eu nunca vi isso em lugar nenhum sindicato, nem em eleições com duas ou mais chapas. Sempre atinge o quórum no período destinado aos votos”, afirmou Breda.

Abertura
Estiveram presentes na ocasião gerentes dos bancos e diretores de outros sindicatos da região, bem como integrantes do sindicato em geral. A partir das 9h, foi servido um café da manhã aos presentes. (Da redação)

Poupança Premiada Sicredi


JBS fecha acordo para pagar R$ 10 milhões a mais de 1,1 mil trabalhadores demitidos em Presidente Epitácio

Mais de 1 mil trabalhadores foram demitidos pela JBS, em 2011, na unidade
 frigorífica de Presidente Epitácio (Foto: Reprodução/TV Fronteira)

JBS fechou a unidade frigorífica em Presidente Epitácio
 (Foto: Reprodução/TV Fronteira)
O Ministério Público do Trabalho (MPT) e a empresa JBS S. A. fecharam um acordo nesta quinta-feira (25) que possibilitará o pagamento de mais de R$ 10 milhões em indenização aos trabalhadores demitidos da unidade do frigorífico em Presidente Epitácio, fechada em setembro de 2011.
Segundo o MPT, o frigorífico desligou todos os empregados sem realizar prévia negociação coletiva que concedesse alguns benefícios aos demitidos, com o objetivo de minimizar os impactos sociais causados por uma demissão em massa.

O montante será pago em seis parcelas bimestrais, quantia essa que será revertida diretamente aos trabalhadores demitidos. No total, são 1.114 ex-empregados. A primeira parcela tem previsão de pagamento para 26 de junho de 2017. A divisão dos valores e as prioridades de pagamento serão definidas pelo MPT, que já está tomando as medidas necessárias para viabilizar a destinação.

Além da indenização aos trabalhadores, a JBS se comprometeu a pagar R$ 240 mil por danos morais causados à coletividade, até o dia 25 de maio de 2018. O acordo também prevê que o frigorífico deverá oferecer cursos profissionalizantes para os ex-empregados. O MPT tem seis meses para apresentar a relação de interessados.

O acordo foi formalizado na sede da Procuradoria do Trabalho, em Presidente Prudente, pela procuradora Renata Aparecida Crema Botasso, e apresentado, através de petição, ao juiz do Trabalho de Presidente Venceslau, José Roberto Dantas Oliva, para homologação na mesma data.

Condenação
O MPT ingressou com ação pleiteando diversos benefícios em prol dos demitidos e, em março de 2013, a empresa foi condenada a pagar uma compensação financeira para cada trabalhador correspondente a três dias de salário para cada ano de serviço, a fornecer cestas básicas em número correspondente ao quantitativo das parcelas de seguro-desemprego e a promover cursos de qualificação profissional aos demitidos. Além disso, foi condenada ao pagamento de dano coletivo no valor de R$ 240 mil.

O MPT entendeu que a condenação não era suficiente e apresentou recurso ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região, em Campinas (SP), e, em fevereiro de 2014, a corte reformou a sentença para majorar a condenação, tendo sido determinado que a empresa pague para cada trabalhador demitido uma compensação financeira correspondente a um salário para cada ano de serviço. Os demais itens da condenação foram mantidos.

Ainda houve recurso ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília (DF), tendo sido mantida a decisão, que transitou em julgado em outubro de 2015. Os autos retornaram à Vara do Trabalho de Presidente Venceslau, quando teve início a execução, com apresentação de cálculos.
Cálculos

A fase de cálculos se prolongou, devido ao número trabalhadores demitidos, com alguns problemas na localização dos Termos de Rescisão Contratual e ausência de fornecimento de algumas informações, já que era necessário obter as datas de admissão e desligamento de cada trabalhador, pois o tempo de serviço era a base do cálculo.

No final de 2016, com juros e correção monetária, a soma dos cálculos apresentados pela empresa alcançava cerca de R$ 7,5 milhões, enquanto os valores apresentados pelo Ministério Público do Trabalho alcançavam cerca de R$ 9,8 milhões, não havendo consenso para a realização do pagamento.

Isso porque a empresa não considerava o período de trabalho anterior a 2004 para efeito de inclusão nos cálculos, alegando que assumiu o empreendimento somente naquele ano (2004) e não pagaria pelo período contratual que os empregados trabalharam para sua antecessora. O MPT incluiu nos cálculos todo o período.

Acordo fechado
Em razão da Semana Nacional de Conciliação, a Vara do Trabalho de Presidente Venceslau incluiu o processo em pauta para tentativa de conciliação, ocasião em que a controvérsia foi exposta e mantida.

Entretanto, durante a audiência judicial, o magistrado esclareceu que, se não houvesse um acordo, ele proferiria a sentença de liquidação dos cálculos, concedendo prazo para que a empresa efetuasse o pagamento. Foi designada nova audiência para o dia seguinte, a fim de que os representantes da empresa pudessem efetuar contato com a diretoria e apresentar a proposta final.

Durante toda a tarde desta quinta-feira (25), os representantes da empresa se reuniram com a procuradora Renata Aparecida Crema Botasso, e o acordo foi celebrado. A empresa aceitou incluir nos cálculos os anos trabalhados para sua antecessora, ou seja, anteriores a 2004, já que era essa a diferença entre os cálculos de ambos.

“O acordo é benéfico, pois evita a discussão da diferença de valores, já que a empresa ainda teria recursos para tribunais superiores com o objetivo de argumentar que o período anterior a 2004 não deveria ser incluído nos cálculos, e o julgamento de tais recursos poderia demorar muito mais do que o prazo concedido para pagamento do acordo. Em contrapartida, com o acordo, a empresa assumiu o pagamento de todo o período pleiteado pelo Ministério Público”, observa a procuradora.

O pagamento beneficiará apenas os trabalhadores demitidos em setembro de 2011. Existe uma outra ação civil pública que pleiteia indenização aos trabalhadores demitidos, em igual situação, no ano passado, contudo, ainda não houve julgamento.

Outro lado
O G1 solicitou nesta sexta-feira (26) um posicionamento oficial da JBS sobre o assunto e a empresa informou, em nota, que "confirma o acordo com o Ministério Público do Trabalho". (G1 Prudente)

Martins & Marinelli Agronomia


Prefeito busca apoio de deputado estadual para solucionar problemas de Marabá Pta.

Prefeito Miguel Duarte e o deputado Ed Thomas (Foto: Cedida / A.I)
Com o objetivo de buscar apoio para Marabá Paulista (SP) e solução para os problemas da cidade, o prefeito Miguel Duarte Costa esteve em audiência nesta quarta-feira (24), com o deputado estadual Ed Thomas (PSB), na Assembleia Legislativa.

Para atender a população que basicamente vive da agricultura, num município que o próprio prefeito revela como de economia bastante precária, o novo administrador municipal marabaense expôs ao parlamentar a necessidade de uma ambulância, na área da saúde, para transporte de pacientes aos maiores centros de saúde. Para melhorar o atendimento na educação, o prefeito reforçou pedido ao deputado Ed Thomas, de veículos para transporte escolar, já que muitos moradores viajam para universidades da região.

Também reiterando seu apoio com a comunidade de Marabá Paulista, e diante da realidade do município, que possui sete assentamentos rurais, com uma população estimada em setecentas pessoas, Miguel Duarte solicitou na ocasião empenho do parlamentar visando destinar recursos para a realização de obras de infraestrutura urbana. (A.I)

LFG Preparação que Transforma


Mosaicista de Presidente Venceslau participa de painel em homenagem às vítimas de Mariana

Renata Camacho Dias vai participar com duas peças no painel de mosaico
 (Foto: Renata Camacho Dias/Cedida)



Renata Camacho Dias trabalha há três anos com mosaicos
 (Foto: Renata Camacho Dias/Cedida)

Painel vai ser formado com obras de 100 mosaicistas brasileiros
 (Foto: Divulgação)
Uma advogada de Presidente Venceslau que dedica parte do seu tempo à arte foi convidada para colaborar em um grande mosaico que será instalado em Mariana (MG), cidade a cerca de 100 km de Belo Horizonte (MG), atingida pela lama do rompimento da Barragem do Fundão, em novembro de 2015. A artista Renata Camacho Dias diz ter ficado lisonjeada com o convite, uma vez que o projeto tem também cunho social. 

A advogada, que há três anos também se dedica à montagem de figuras com pequenos pedaços de azulejos e pastilhas, vai colaborar com duas peças no painel que vai medir 20 m² e ter a participação de 100 artistas brasileiros. 

“Fiquei lisonjeada em participar desse projeto, o qual será um pontapé inicial para a criação da escola superior de arte”, destacou Renata ao G1. 

A artista explicou ao G1 que o projeto se deu por conta do acidente de Mariana (MG), que despejou cerca de 34 milhões de metros cúbicos de rejeitos de mineração em casas, vales e rios, e causou a morte de 19 pessoas. 

“Diante dessa tragédia, foi criada a Fundação Luz de Mariana, que tem como embaixadora a atriz Maria Fernanda Cândido. A criação da fundação tem como objetivo a construção de uma escola superior de arte. Para os atingidos pela lama, o acesso à escola será gratuito”, destacou ao G1. 

Ainda de acordo com Renata, Nico Ferreira é o mosaicista idealizador do painel que será instalado às margens da Rodovia de Mariana. Ainda não há data definida para a colocação da obra. 

A barragem se rompeu no dia 5 de novembro de 2015, destruindo o distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, e atingindo várias outras localidades. Os rejeitos também atingiram mais de 40 cidades do leste de Minas Gerais e do Espírito Santo. O desastre ambiental é considerado o maior e sem precedentes no Brasil. (G1 Prudente) 

PPB Corretora de Seguros


Operação Anomia prende dez pessoas e desarticula quadrilha que distribuía drogas em Teodoro Sampaio

Operação Anomia prendeu dez pessoas em Teodoro Sampaio
 (Foto: Cedida/Polícia Civil)
A Polícia Civil prendeu dez pessoas nesta sexta-feira (26), em Teodoro Sampaio, durante a execução da Operação Anomia.

De acordo com o delegado Edmar Rogério Dias Caparroz, as investigações duraram dois meses com o objetivo de desarticular uma associação criminosa que distribuía drogas na região do Pontal Paranapanema.

As apurações indicaram que parte dos presos comprava entorpecentes em Ponta Porã (MS) e os distribuía na região, além de fomentar um esquema para o ingresso de drogas em presídios.

Ao todo, segundo Caparroz, foram cumpridos 20 mandados judiciais, sendo dez de prisões temporárias (por 30 dias) e dez de busca e apreensão.

Durante o cumprimento das cautelares, os policiais civis contaram com auxílio de cães do canil da Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP) e da Coordenadoria dos Presídios da Região Oeste do Estado de São Paulo (Croeste), atividade que resultou na apreensão de um quilo de maconha que resultou na prisão de quatro pessoas em flagrante delito. As quatro prisões em flagrante também envolveram pessoas que estavam sendo presas por mandado temporário.

No total, foram presos seis homens e quatro mulheres.

Ainda foram apreendidos, de acordo com Caparroz, duas balanças de precisão, 12 aparelhos celulares e objetos relacionados ao tráfico de drogas.

A Operação Anomia, que faz referência ao termo que significa a ausência de valores e regras, envolveu 45 policiais civis em 15 viaturas. (G1 Prudente)



Promoção do Dia Farmais


Caminhonete carregada de maconha tomba em rodovia e espalha carga em Dracena

Caminhonete tombou e tabletes de maconha ficaram espalhados
 (Foto: Polícia Militar/Cedida)

Droga estava sendo transportada em uma caminhonete com placas 
adulteradas (Foto: Polícia Militar/Cedida)

Droga estava sendo transportada em uma caminhonete (Foto: Polícia Militar/
Cedida)

Motorista de veículo que dava suporte ao transporte da droga foi preso
 (Foto: Polícia Militar/Cedida)
A Polícia Militar apreendeu na madrugada desta sexta-feira (26), diversos tabletes de maconha que estavam sendo transportados em uma caminhonete Ford/Ranger, que tombou às margens da Rodovia Euclides de Oliveira Figueiredo (SP-563), em Dracena.

Segundo a corporação, por volta das 4h30, o radar da rodovia constatou que o veículo estava com as placas adulteradas. A Polícia Militar foi acionada e a caminhonete foi localizada tombada e com a droga espalhada.

De acodo com a PM, a estimativa é que o peso da droga ultrapasse uma tonelada. Foi preciso a utilização de um caminhão para que a maconha fosse transportada e apresentada à Polícia Civil, em Dracena.

Uma pessoa, moradora do Rio de Janeiro, que supostamente servia como batedor em um Renault/Sandero foi detido. (G1 Prudente)

Gela Goela


Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 9 de junho

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza foi prorrogada até o dia 9 de junho. A previsão inicial do Ministério da Saúde era de que a imunização fosse encerrada hoje (26).

A prorrogação, segundo a pasta, tem como objetivo atingir a meta de vacinar 90% do público-alvo (idosos, puérperas, indígenas, crianças, gestantes, professores e trabalhadores de saúde). Até o momento, foram imunizados 63,6% de um total de 54,2 milhões de pessoas.

Balanço do ministério indica que, entre os grupos que integram o público-alvo, os idosos registram a maior cobertura vacinal (72,4%). Em seguida estão puérperas (71,2%) e indígenas (68,6%). Os grupos que menos se vacinaram são crianças (49,9%), gestantes (53,4%), professores (60,2%) e trabalhadores de saúde (64,2%).

Também foram aplicadas 7,1 milhões de doses em pessoas com doenças específicas, privadas de liberdade e em trabalhadores do sistema prisional. Os estados com a maior cobertura vacinal, até o momento, são Amapá (85,7%), Paraná (78,1%), Santa Catarina (77,7%), Rio Grande do Sul (74%) e Goiás (70,1%). Já os estados com menor cobertura são Roraima (47,9%), Rio de Janeiro (49%), Pará (52,1%), Mato Grosso (55,8%), Rondônia (56,2%), Acre (56,4%) e Mato Grosso do Sul (57,1%).

Entre as regiões do país, o Sul apresenta maio cobertura vacinal, com 76,3%, seguida das regiões Centro-Oeste (63,7%), Nordeste (62,3%); Sudeste (61,2%); e Norte (58,2%).

Público-alvo
A vacina contra a gripe está disponível nos postos de saúde para crianças entre 6 meses e menores de 5 anos, pessoas com 60 anos ou mais (idosos), trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores.

A orientação do ministério é que pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou com deficiências específicas apresentem prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde devem se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

Segurança
A vacina disponibilizada pelo governo brasileiro protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial da Saúde para este ano (A-H1N1, A-H3N2 e influenza B). A dose, segundo a pasta, é segura e também é considerada uma das medidas mais eficazes na prevenção de complicações e casos graves de gripe.

Como o organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção contra a gripe após a vacinação, o ideal, de acordo com o ministério, é realizar a imunização antes do início do inverno. O período de maior circulação da gripe no Brasil vai do final de maio até agosto. (Agência Brasil)

Liane Veículos


Mulher de perito venceslauense é encontrada morta

Uma mulher de 40 anos foi encontrada morta na manhã desta sexta-feira (26), em uma residência localizada na rua Campos Sales em Presidente Venceslau.

Segundo informações apuradas pelo Portal Bueno, ela foi encontrada em um cômodo do imóvel com sinais de tiro de arma de fogo na cabeça.

Ana Cristina Freitas era esposa do perito venceslauense Willian Marques e deixa dois filhos. A polícia está no local e investiga as causas exatas da morte. (Portal Bueno)

Biju da Chica / Cerâmica HP


PM é acionada após presos iniciarem um motim no presídio de Bataguassu

Foto: Tiago Apolinário/Da Hora Bataguassu
Policiais Militares de Bataguassu foram acionados após os presos do Estabelecimento Penal de Bataguassu, iniciar um principio de motim no inicio da tarde de ontem, quinta-feira (25).

O fato aconteceu por volta do meio dia, quando alguns presos que estavam no banho de sol, teriam se negado a retornarem para as suas celas, sendo então acionada uma equipe da Policia Militar de Bataguassu.

No local em contato com um dos presos, que seria o líder do grupo, foi informado que o motim seria por conta da falta de água e por isso estariam se negando a retornar para o interior da cela.

Em conversa os militares informaram aos presos que o problema já estaria sendo sanado, sendo informado também que o banho de sol dos mesmos já havia acabado a meia hora, e se acaso continuasse o motim, seria necessário o uso da força para que os mesmo retornassem as suas celas.

Após um prazo estebalecido pelos policiais, os presos entraram em acordo e decidiram retornar as celas. (Da Hora Bataguassu)

Banco BMG


Motorista morre após veículo atropelar cavalo e bater em caminhão em rodovia

Carro atropelou um cavalo e depois bateu em um caminhão, em
 Rosana (Foto: JF Santos/Cedida)

Cavalo morreu ao ser atropelado pelo automóvel (Foto: JF Santos/Cedida)

Um homem, de 32 anos, morreu em um acidente na Rodovia Arlindo Béttio (SP-613), em Rosana, por volta das 20h desta quinta-feira (25). Segundo a Polícia Militar Rodoviária, o carro em que ele estava atropelou um cavalo e depois bateu em caminhão.

Conforme informações da corporação, o condutor, morador de Rosana, seguia em um VW/Voyage, placas de Presidente Prudente, no sentido Euclides da Cunha Paulista-Rosana e, no km 69,2, atingiu um cavalo que estava montado por um idoso, de 80 anos. Em seguida, o veículo rodou na pista e colidiu na lateral de um bitrem, que transitava no sentido oposto.

O motorista do Voyage chegou a ser socorrido com vida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Estadual de Primavera, mas não resistiu aos ferimentos.

O proprietário do animal teve escoriações leves. O cavalo morreu.

Já o condutor do caminhão, um homem, de 32 anos, não se feriu.

A perícia esteve no local e a ocorrência foi apresentada à Polícia Civil, em Rosana. (G1 Prudente)



Casa das Cortinas


Polícia Civil cumpre mandados de prisão por tráfico e prática de jogos de azar em cidades da região



Drogas, dinheiro e objetos para jogos de azar foram apreendidos
(Fotos: Cedidas/Polícia Civil)
Uma operação da Polícia Civil de Dracena culminou na prisão de quatro pessoas e apreensão de dois adolescentes, entre os dias 19 e 24 de maio, nas cidades de Dracena e Ouro Verde. O objetivo da ação operacional foi o combate ao tráfico de drogas e jogos de azar, bem como cumprimento de mandados de prisão.

Na última sexta feira (19) três irmãos, sendo dois maiores foram presos e uma menor apreendida na cidade de Ouro Verde por tráfico. Com eles foram encontrados 772 gramas de maconha.

Já na quarta-feira (24), durante cumprimento de um mandado de busca e apreensão, um outro indivíduo, morador do bairro Jardim Brasilândia em Dracena, também foi preso por tráfico de drogas. Em sua residência foram encontradas 23 pedras de “crack” e uma balança de precisão. 

No mesmo dia foi cumprido mandado de busca e apreensão em um imóvel localizado no Jardim Santa Clara, onde haviam denúncias da prática de jogo de azar. No local foram encontradas várias pessoas jogando cartas ao redor de uma mesa, na qual foi encontrada um caderno com anotações manuscritas e 67 fichas de jogos,, denotando alguma espécie de aposta. No local tinham salas destinadas a jogatina. Todos os envolvidos, inclusive o responsável do estabelecimento, foram identificadas, sendo apreendidos os objetos e elaborado boletim de ocorrência para a apuração dos fatos. Ainda durante a operação, outras duas pessoas foram autuadas por porte de entorpecentes, resultando na apreensão de mais 34,10 gramas de maconha e 6,80 gramas de cocaína.

Em cumprimento a mandados de prisão e apreensão, um sexto indivíduo foi preso por falta de pagamento de pensão alimentícia e um menor apreendido pela prática de roubo em Dracena. (Portal Bueno)

Pajé Motos


Fiscalização encontra mais de 100 tabletes de maconha em fundo falso no tanque de combustível de caminhonete


Fiscalização descobriu o fundo falso no tanque de combustível da
 caminhonete (Foto: Cedida/Polícia Militar Rodoviária)

No total, foram apreendidos mais de 60 kg de maconha (Foto: Cedida/
Polícia Militar Rodoviária)
A Polícia Militar Rodoviária apreendeu nesta quinta-feira (25), em Caiuá, 121 tabletes de maconha, com o peso de 60,790 kg, que eram transportados em um fundo falso no tanque de combustível de uma caminhonete abordada pela fiscalização no km 639 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), por volta das 9h30.

Segundo a corporação, o motorista e o passageiro da caminhonete GM S10, com placas de Campo Grande (MS), apresentaram certo nervosismo e informações desencontradas, durante a abordagem policial.

Com a busca feita no veículo, foi encontrado um fundo falso no tanque de combustível que continha os tabletes de maconha.

Os policiais solicitaram apoio do Corpo de Bombeiros de Presidente Epitácio para a abertura do fundo falso.

A ocorrência foi apresentada na Delegacia da Polícia Civil, em Presidente Epitácio.

Os dois homens – um mecânico industrial, como condutor da caminhonete, e um auxiliar agrícola, como passageiro –, ambos de 24 anos e moradores de Caarapó (MS), foram presos em flagrante por tráfico de droga e encaminhados à Cadeia de Presidente Venceslau.

O atendimento da ocorrência também contou com o apoio do efetivo da Polícia Militar em Presidente Epitácio. (G1 Prudente)

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Presidente Venceslau, Estado de São Paulo, Brazil
email: jornalintegracao@terra.com.br